Em homenagem aos irmãos mexicanos leitores do Blog Olhar Cristão, procedi uma pesquisa nas páginas do INEGI –  Instituto Nacional de Estadística y Geografía, similar mexicano do nosso IBGE, em busca de dados sobre religião nos censos de 2000 e 2010. Trabalho semelhante ao que venho fazendo e publicando no Brasil desde 2009.

Com base em dados publicados pelo Instituto Mexicano elaborei uma tabela para transformar dados em informações. Informações inéditas transformadas em notícia de primeira mão, provando que blogueiros cristãos também podem produzir notícias em vez de apenas reverberá-las.
A primeira informação produzida com base nos números da tabela:  Em relação a participação total,  a população católica caiu 5 pontos porcentuais em 10 anos (2000 a 2010) –  de  89,08%  para 84,21%.  Em termos quantitativos  cresceu 12,87%; de  74,6  para 84,2 milhões de fiéis. Menos que o crescimento total da população, de  15,24%.
Segunda informação: No mesmo período, a população protestante/evangélica avançou  2,42%.  De 5,26% para  7,68% de participação na população pesquisada.  Em termos quantitativos cresceu 72,19%. Quase que dobrou: De  4,4  para 7,6 milhões de crentes.
Terceira: Números  muito semelhantes aos do Brasil da década 1971 – 1980 , quando saímos de 4,8 para 7,8 milhões de crentes.  Numa análise ingênua dos números, o México evangélico está 30 anos atrás em relação ao Brasil. A diferença é que enquanto crescemos  1,46% na década de 70 no Brasil, o México avançou  quase o dobro: 2,42%.
Quarta: O seguimento dos “Bíblicos Não Evangélicos” (Mormons, Adventistas, Testemunhas de Jeová) representam 2,35% da população mexicana em 2010.  Protestantes/Evangélicos e Bíblicos não Evangélicos representam 10,04%.
Quinta: Com base nestes números, e a semelhança do que aconteceu nas últimas três décadas no Brasil, posso fazer a seguinte projeção: Entre 2011 – 2020 a população protestante/evangélica pode dobrar outra vez no México, crescendo dos atuais 7,6 para 15 milhões de crentes. De 7,68 para 11,6%.  Os católicos devem continuar caindo, de 84,21% para 72,4%.

Por fim, o fenômeno do crescimento  evangélico (de maioria pentecostal) no México, como em toda  América Latina é irreversível, pois  o esforço de evangelização e a descentralização da Igreja evangélica são bem mais eficientes e efetivos do que a perfórmance da Igreja Católica Romana.

População Religiosa do México - Censos 2000 e 2010

por: João Cruzué

Blog Olhar Cristão / Portal Padom

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!

comentarioo