Rede Globo pretende produzir um programa de música gospel e Ana Paula Valadão poderá ser a apresentadora

Ana Paula Valadão é uma das possíveis apresentadoras que a Rede Globo quer para essa atração, já que no final do ano passado ela participou do "Domingão do Faustão" e chamou a atenção da emissora pelo seu carisma e desenvoltura
Ana Paula Valadão é uma das possíveis apresentadora que a Rede Globo quer para essa atração, já que no final do ano passado ela participou do "Domingão do Faustão" e chamou a atenção da emissora pelo seu carisma e desenvoltura

O mercado da música gospel tem chamado grandemente a atenção da Rede Globo, além de produzir O “Festival Troféu Promessas”, que será exibido em um especial de final de ano no dia 18 de Dezembro, o canal carioca tem novos projetos para o mercado gospel para o ano de 2012.

Segundo o site Natelinha, a equipe da emissora, esta estudando um projeto em que possa ser realizado um programa voltado para a música evangélico a partir do  ano que vem.

Tudo que indica, seria um programa fixo na grade da emissora e apresentada por alguma personalidade evangélica, já que a Rede Globo esta sondando algumas cantoras do meio gospel para comandar a atração. Ana Paula Valadão é uma das possíveis apresentadoras que a Rede Globo quer para essa atração, já que no final do ano passado ela participou do “Domingão do Faustão” e chamou a atenção da emissora pelo seu carisma e desenvoltura.

A Rede Globo sempre foi fechada para programas religiosos, em toda a história da emissora o único programa religioso em que passa em seu canal é a “Santa Missa”, apresentada pelo padre pop star Marcelo Rossi.

O Festival Promessas será um marco na história da rede global, pois será o primeiro especial voltado ao público evangélico na rede que mais atacou o seguimento durante toda a sua existência.

Apresentaram-se no Festival Promessas, o grupo Diante do Trono, Ludmila Ferber, Fernandindo, Fernanda Brum, Régis Danese, Pregador Luo, Eyshila, David Sacer e Damares.

“Não podemos de maneira nenhuma ignorar as expressões da cultura do nosso povo. E a música evangélica é um fenômenos dessa imensa força que se expande sem cessar. Da mesma maneira abrimos para música sertaneja há 20 anos, e para a o rock brasileiro há 30, vamos fazer agora com a música gospel”, comentou Luis Gleiser, diretor do núcleo da Rede Globo.

Em sua opinião que você acha sobre a Rede Globo estar abrindo as portas para o evangelho? Seria um mover de Deus? Ou nós não estaríamos sendo “sal da terra e luz do mundo”? A Palavra de Deus diz que seriamos perseguidos e injuriados, o que esta acontecendo nesses últimos dias aqui no Brasil?

Fonte: Portal Padom

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!