Na última semana, o comediante Renato Aragão, foi uma das noticias mais lidas e comentadas na internet, onde ele estava envolvido em vários boatos, como demitir um funcionário porque lhe chamou de ‘Didi’ e sobre que estaria fazendo um filme em que no enredo dizia que Jesus não tinha cumprido a sua missão na terra.

No entanto, a equipe do site “Os Trapalhões“, resolveram investigar a veracidade das noticias, e constatou que nenhumas delas realmente eram verdadeiras.

Sobre os comentários em que Renato teria demitido o seu motorista por te-lo chamado de “Seu Didi”, Renato contou ao “F5” que “Eu fico contente quando me chamam de Seu Didi… Didi e o Renato Aragão já estão misturados”.

E a noticia do lançamento do filme “O Segundo Filho de Deus”, que foi publicada primeiramente na coluna Radar On Line da Revista Veja e no Portal Terra, em que o enredo do filme era que Deus enviava o seu segundo filho para completar aquilo que Jesus Cristo não cumpriu.  Espalhou-se rapidamente em todos os sites evangélicos e de noticias, onde gerou muita polêmica e revolta dos cristãos contra Renato.

Nas Redes Sociais, como no caso do Facebook, os evangélicos se mobilizaram contra a nova produção de Renato Aragão, fazendo campanhas pedindo boicote ao filme e pedindo que os cristãos defendam sua fé.

Várias imagens de Renato Aragão se espalharam na rede, com pedidos como “Parem esse homem” e “chega de desrespeito aos cristãos”.

Nesta terça-feira, em uma nota divulgada pelo site Ostrapalhões.com, fã clube do quarteto, a filha do comediante, Líbian Aragão, negou as informações que foram publicadas nas matérias, dizendo que ele nunca cogitou lançar esse tipo de filme. Ela garantiu que tudo não passou de boatos inventados, para denegrir a imagem de Renato Aragão, como fazem com outros artistas.

“Normalmente eu não respondo a esse tipo de boato, mas sempre que vai ao ar um programa de sucesso como o ‘Criança Esperança’ surgem os invejosos de plantão”, comentou Renato Aragão ao site UOL – que também o procurou para falar sobre uma suposta demissão de um funcionário que o teria chamado de “Seu Didi”.

O fã clube OsTrapalhões.com, resolveu então fazer uma campanha em defesa do comediante, pedindo que as pessoas compartilhe a imagem abaixo nas Redes Sociais.

ATUALIZAÇÃO 30/08/12 as 00:41

Nesta última quarta-feira, 29/08, Renato publicou uma nota oficial em seu blog sobre as acusações citadas acima.

Leia abaixo um trecho da nota publicada em seu site:

Minha empresa já produziu mais de 45 filmes, todos voltados para o entretenimento da família brasileira, respeitando nossos valores e nossa cultura. Sou católico e temente a Deus. Jamais abriria mão de minha fé incondicional em Jesus, o Filho Único de Deus. Gostaria, entretanto de relembrar que fé e ficção são áreas completamente distintas, mas que sempre despertaram polêmicas, desde Milton, em “Paraíso Perdido” até José Saramago em seu “Evangelho Segundo Jesus Cristo”. Mesmo estes gênios literários e suas polêmicas obras não foram capazes de rebaixar a Bíblia e as histórias de vida ali contidas a meros personagens de obras literárias ou de ficção. Por que digo isto, porque realmente escrevi um roteiro provisoriamente intitulado “O Segundo Filho de Deus”, obra de ficção com registro público na Biblioteca Nacional, a qual vem sendo deturpada, dizendo inclusive que eu teria a pretensão de ser o “novo” Jesus!, ABSURDO. O Didi é um grande atrapalhado, e em todos os filmes essa será sempre sua característica. Só para esclarecer, este roteiro inclusive já teve o título alterado para “O Segredo da Luz” e não há previsão para sua realização. Acredito que estas pessoas, que nem sequer tiveram acesso à obra, querem apenas incitar os incautos a juntarem-se a eles nesta invejosa empreitada de denegrir meu nome e desacreditar uma campanha séria que já comprovou sua atuação e eficácia em 27 anos de resultados positivos. Registro que nestes 27 anos isso sempre acontece… infelizmente.

Amigos, desculpem-me pelo desabafo. Mas há horas em que precisamos alçar a voz e proclamar a verdade, principalmente quando o alvo das mentiras passa a ser aquilo que mais prezamos: nossa família e nossa fé.

Mais uma vez, obrigado pelo apoio.

Renato (Didi) Aragão

Portal Padom

COMPARTILHE