20 cristãos indianos são feridos em ataque a reunião de oração

Cerca de 150 cristãos estavam reunidos em oração, quando foram surpreendidos e espancados por uma multidão que chegou em vários carros.

Vinte cristãos foram feridos em um ataque a uma reunião de oração no estado indiano de Uttar Pradesh, de acordo com a International Christian Concern.

Relatos locais dizem que 35 radicais hindus invadiram uma reunião de oração na vila de Raikashipur, quando mais de 150 cristãos se reuniram para orar.

O ataque aconteceu no dia 2 de julho, de acordo com o ICC, quando a multidão chegou à reunião de oração em vários veículos e agrediu os participantes com paus. Eles também dispararam uma arma no ar.

Além de ferir pessoas, destruíram móveis e instrumentos musicais.

Ram Kumar Gautam (42) liderou as reuniões de oração da aldeia em um galpão improvisado nos últimos cinco anos e disse à ICC que, em média, cerca de 300 pessoas participam.

“Eu não dormi nem comi direito por quase uma semana“, ele disse. O ataque à nossa reunião de oração na segunda-feira passada teve consequências devastadoras. Muitos têm ferimentos graves com os ossos quebrados. Além disso, um caso falso foi registrado contra seis de nós sob severas seções do IPC [Código Penal Indiano].

As acusações dizem respeito a tumulto e agressão e a “atos deliberados e maliciosos, destinados a indignar sentimentos religiosos ou qualquer classe ao insultar sua religião ou crenças religiosas”.

Gautam disse: ‘Conduzimos pacificamente orações toda segunda-feira e as pessoas participam voluntariamente dessas orações. Nós nem conversamos sobre conversões, mas eu sou acusado de converter pessoas. As pessoas vêm à nossa oração e se curam. É por isso que as pessoas escolhem frequentar regularmente as orações’.

William Stark, gerente regional do ICC, disse: “O artigo 25 da Constituição da Índia diz que todo indivíduo tem o direito de professar, praticar e propagar livremente a religião de sua escolha. Para mais de 150 cristãos, esse direito foi violado na última segunda-feira, quando radicais hindus os agrediram por meramente praticar sua fé”.

“As autoridades indianas devem levar esses 35 radicais hindus à justiça em Raikashipur. Até lá, os direitos de liberdade religiosa da Índia permanecerão apenas palavras no papel e os ataques contra cristãos e outras minorias religiosas continuarão aumentando em número e gravidade.”

Deixe a sua opinião!
VEJA TAMBÉM
Astronautas cristãos dizem que viagens espaciais só fortalecem a fé

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido