As crianças acham que é legal ser transgênero, por isso um grande número de crianças estão tentando mudar sua própria identidade, diz um especialista australiano, segundo o site LifeSiteNews.

O psiquiatra Stephen Stathis, que dirige uma clínica de gênero no Hospital Infantil Lady Cilento de Brisbane e é responsável de diagnosticar a disforia de gênero, informa que”muitos” jovens estão “provando ser transgênero” para se destacar.

Aparente ser transgênero é estar na moda. “Um me disse: ‘Doutor Steve… quero ser transgênero, é o novo”, relatou Stathis.

O Dr. Stathis também diz que muitas meninas também querem ser transgênero como resultado de abuso sexual. “Se eu fosse um homem, não haviam abusado de mim”, explicou Stathis.

Alguns estão convencidos que sua vida seria melhor se fosse do sexo oposto, e acabam fazendo algo drástico ou permanente.

“Tenho visto mutilação genital, onde alguns tentam cortar o pênis”, diz Stathis.

A Austrália começou um novo”serviço de gênero”, financiado pelo governo para crianças no Hospital Lady Cilento, que espera avaliar 180 jovens neste ano. O obtendo da maioria dos adolescentes confundidos com o seu gênero é de conseguir produtos químicos bloqueadores da puberdade ou o tratamento hormonal para mudança do sexo.

A maioria dos pacientes, no entanto simplesmente estão passando por uma fase comum da vida dos adolescentes, explicou Stathis.

Apesar dos intensos sentimentos de disforia de gênero, no momento em que os meninos e as meninas chegam à puberdade, a maioria se identifica com seu gênero de nascimento. No início da idade adulta, tem superado seus sentimentos anteriores de confusão de gênero.

Portal Padom

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!

comentarioo