O atleta cristão Tim Tebow revelou que começar uma família já está em sua mente, e que a família incluiria uma criança adotada “de todos os continentes” da terra.

Ao 29 anos de idade, Tebow recentemente deu uma entrevista para revista People, onde abriu o coração e disse que sonha em “sentar-se à mesa todos os dias e ver crianças da África, Ásia, Europa, América do Sul, aqui mesmo nos Estados Unidos”.

Quão legal isso seria? É uma das minhas coisas favoritas para sonhar“, disse ele.

A ex-estrela da Liga Nacional de Futebol Americano (NFL), que agora é um jogador de beisebol da liga menor e um outfielder de New York Mets, disse também que sua futura esposa teria que compartilhar o mesmo desejo de adotar crianças e ter uma família de muitas raças.

“Estou procurando alguém que ama Jesus e ama as pessoas, alguém que me faça querer ser uma pessoa melhor para ela, e ela tem que querer filhos, e tem que querer adotar.”

– É claro que quero uma mulher que me atraia.

Tebow nasceu nas Filipinas seus pais eram missionários batista. Ele tem um coração voltado para as crianças, particularmente aquelas que estão doentes ou têm deficiências de desenvolvimento. Em 2010, ele lançou a Fundação Tim Tebow, que foi “criado principalmente para mostrar o amor de Deus às crianças em todo o mundo“, de acordo com seu site .

Em fevereiro, sua fundação patrocinou a “Night to Shine”, um baile para pessoas com Síndrome de Down e outras deficiências de necessidades especiais em 375 locais ao redor do mundo, em todos os 50 estados e em outras 11 nações.

“Eu acho que quando você olha para a família de Deus, não se trata de cor”, disse Tebow ao People.

“O amor não conhece a cor, quero que meus filhos cresçam com um apreço por cada pessoa, não importa o que pareçam, é o que a unidade me parece: saber que você pode amar pessoas que não são iguais a você Quero ensinar essa mensagem aos meus filhos, quero que vivam.

Tebow observou ainda que adotar crianças acontecerá “no momento de Deus“.

“Tudo o que posso fazer é estar pronto para que isso aconteça”, disse ele.

Uma grande família multicultural com crenças religiosas significa o mundo para ele, ele disse à revista People.

Tebow escreveu o best-seller do New York Times  Shaken: Descobrindo sua verdadeira identidade no meio das tempestades da vida , seu segundo livro no qual ele descreve como ele se viu inesperadamente desempregado depois de ser cortado dos New England Patriots. Ele estava sem uma casa ou carro, mas manteve sua fé em Cristo.

Portal Padom

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!