Autoridades chinesas oferecem recompensa para quem denunciar os cristãos

O cristianismo na China tem crescido como um incêndio, e para conter isso as autoridades chinesas tem feito de tudo para prende-los, inclusive oferecendo dinheiro para as pessoas denunciar os locais em que os cristãos se reúnem

Cristãos chineses se reúnem escondidos para adorar a Deus

Aqueles que relatarem as igrejas subterrâneas para as autoridades na China serão recompensados ??financeiramente, de acordo com Marcus Jones, da Premier Radio de Londres.

Segundo informações as autoridades na cidade de Guangzhou vai dar até mil libras (cerca de 5 mil reais) para obter informações. Sendo isso uma parte de uma repressão à adoração a Cristo que é considerada ilegal no país.

Elaine Pang, uma cristã britânica que frequentava a igreja em Londres, expressou sua tristeza pela News Hour Premier.

Para ser honesta, não estou muito surpresa“, disse ela. “Há uma enorme rede de igrejas clandestinas na China, como a maioria dos cristãos deve saber. Acho que isso mostra o quão desesperado o governo está para reprimir a religião na China.

Ao longo dos cinco anos que vivi na China, ficou claro que o dinheiro é realmente uma força e motivação para muitas coisas, seja na educação, na obtenção de emprego, no suborno, em todos esses tipos de coisas.

Ela acrescentou: “Agora que eles estão usando esse tipo de meio para reprimir as igrejas, é bastante esperado. Eu acho que é triste, mas não é surpreendente.”

A preocupação também está sendo levantada pela liberdade religiosa de caridade Release International.

O porta-voz Andrew Boyd fala com crentes na China.

Ele disse ao Premier: “Um cristão disse aos nossos parceiros que parece não haver solução agora para ter que se reunir em segredo naquele país e em suas igrejas registradas que também estão lutando.

Eles disseram que não tem solução. Muitos irmãos e irmãs cristãos não se atrevem a adorar juntos e devem se reunir em particular e em segredo.”

Premier informou recentemente sobre uma repressão em uma igreja na província de Sichuan.

VEJA TAMBÉM
Campanha de generosidade promovida por Igreja impacta completamente uma cidade nos Estados Unidos

Mais de 100 membros foram detidos em dezembro do ano passado. Relatórios no mês passado sugeriram 11 ainda estavam sob custódia.

Comente

Participe de nosso grupo no WhatsApp e receba nossas novidades.

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido