Cantora gospel diz não saber dizer se a homossexualidade é pecado ‘eu não sou Deus’

Após participar de programa de televisão de famosa apresentadora lésbica, a cantora gospel Lauren Daigle diz que não saber dizer se a homossexualidade seja pecado ou não.

A cantora gospel Lauren Daigle,  que foi nomeada ao Grammy, participou recentemente do programa “The Domenick Nati Show” na rádio iHeart no início desta semana e disse que não poderia responder se a homossexualidade é um pecado.

Após participar de diversos programas seculares, tais como
“The Ellen DeGeneres Show”  a cantora gospel americana foi questionada por Nati, sobre sua postura, como cristã, a respeito  homossexualidade e se é um pecado.

Não posso responder honestamente sobre isso, no sentido de que tenho muitas pessoas que amo e são homossexuais”, disse Daigle ao publicitário de celebridades.

“Não posso dizer de um jeito ou de outro, não sou Deus. Quando as pessoas fazem perguntas como essa, eu apenas digo: ‘Leia a Bíblia e descubra você mesmo. E quando você descobrir, me avise porque estou aprendendo também ”, ela acrescentou.

No Antigo Testamento, o livro de Levítico 18:22 diz: “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação

O Novo Testamento também diz: “Ou não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não se iluda: nem os sexualmente imorais, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os homens que praticam a homossexualidade, nem os ladrões, nem os gananciosos, nem os bêbados, nem os vilãs, nem os vigaristas herdarão o reino de Deus ”(1 Coríntios 6: 9-10).

1 Timóteo 1: 9-10 também diz: “Entendendo isto, que a lei não é estabelecida para os justos, mas para os sem lei e desobedientes, para os ímpios e pecadores, para os ímpios e profanos, para aqueles que atacam seus pais e as mães, para os assassinos, os sexualmente imorais, os homens que praticam a homossexualidade, os escravizadores, os mentirosos, os perjuros e tudo o que for contrário à sã doutrina. ”

Daigle se apresentou no “The Ellen Degeneres Show” em 24 de outubro e recebeu críticas nas mídias sociais por sua decisão em participar. A maioria dos críticos argumentou que Daigle estava errada em aparecer no programa porque Ellen é lésbica.

É tão triste que as pessoas pensem porque Ellen é lésbica, ela é má”, disse Daigle a Nati sobre as críticas que recebeu por cantar no programa.

Após a apresentação, DeGeneres correu para o palco, abraçou Daigle e brincou que o ex-concorrente do “American Idol” foi bem sucedido hoje porque DeGeneres era um juiz, enquanto Daigle estava na competição de canto. A cantora cristã disse nos bastidores que DeGeneres foi tão gentil com ela e disse que ela era uma “fazedora de história“.

Em uma entrevista recente ao The Christian Post, a cantora de 27 anos disse que não tem medo de apelar para o mundo com sua mensagem de esperança, que alguns temem que possa desencaminhá-la e abandonar suas raízes de adoração para se tornar uma artista secular. Daigle, no entanto, disse que sua fé e missão na vida nunca foram tão claras.

Seu último álbum, Look Up Child, estreou em terceiro lugar na Billboard 200 após seu lançamento em setembro, batendo populares seculares como Drake, Ariana Grande, Nicki Minaj e Cardi B naquela semana.

Comente

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido