CATOLICISMO: O Plano Divino de Salvação

As religiões Cristãs devem ministrar os ensinos que dizem respeito a Salvação da alma com a Bíblia aberta, pois essa matéria não pode ser monopolizada pôr nenhuma delas. A Redenção vem de Cristo.

O Plano Divino, na Bíblia, regra segura, estabelece o ARREPENDIMENTO e a FÉ como condição de Salvação, ISSO LIGA O HOMEM A DEUS. Esse plano não sendo humano, não pode ser alterado ou substituído. Mas isso foi feito em sucessivos Concílios do Catolicismo a partir do terceiro século.

Para modificar, perseguiram e destruíram os que levantavam sua voz. Foram cristãos famosos, pais da Igreja e centenas de mártires, entre eles Policarpo, Santo Inácio, Justino, Orígenes, Arnaldo de Bréscia, enforcado pelo Papa Adriano IV pôr dizer que a Igreja “não devia possuir terras e propriedades”. Também João Huss que por negar a existência do purgatório foi queimado vivo e Savonarola a quem o Papa Alexandre VI fazia tudo para silenciar, tentando suborná-lo com o “chapéu cardinalício” e tantos outros que encontraram a morte procurando manter o papado dentro da Bíblia.

O Cardeal Católico Romano Congar de Paris, também quis trazer a Igreja mais perto das Escrituras Sagradas; eis o que ele propôs:

1- Mudar a liturgia para a língua de cada país.

2- Todo padre e bispo deve casar-se.

3- Todo católico deve ler a Bíblia.

4- O Papa não é infalível.

5- Nossa salvação é gratuita e vem de Cristo.

6- Nenhum padre ou bispo é Mediador entre Deus e o homem, a não ser Jesus Cristo.

A RAZÃO DESTE FOLHETO: Ouça – Você tem uma alma. Cristo é o Salvador. Entregue-se a Ele; a seguir, consiga uma Bíblia com um padre ou um pastor; comece a ler pelo Novo Testamento; sempre encontrará uma Igreja Evangélica caso necessite orientação espiritual. Lembre:

bispos e padres estão confusos e apertados entre o Catolicismo e a Bíblia; eles sabem do problema mas são profissionais e nada podem prover para sua alma senão a ideia de um suposto purgatório criado com fins lucrativos de onde dificilmente as almas retornam…

é preciso escolher entre o Sistema Católico Romano, político, viciado e divorciado do Evangelho e a Fé em Cristo que disse: “Quem crer em Mim será salvo”. O apóstolo Paulo quando interrogaram-no: “Que é necessário fazer para me salvar?'”Ele respondeu: “Crê no Senhor Jesus e serás salvo “. (Atos 16:31). Isso é tudo. Firme-se numa Igreja!

Esse é o Caminho para todos; Deus não se deixa levar pôr respeitos humanos, não importam posições sociais, teológicas ou Seminários onde estiveram.
Autor : Prof. João Flávio Martinez
É um dos fundadores do CACP, graduado em história e professor de religiões.

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!