A comunidade cristã celebra a descoberta da NASA porque há algum tempo atrás, para os cientistas e astronautas, a informação da Bíblia era apenas um mito, mas hoje eles afirmam que é verdadeira.

Por muitos anos os cientistas pensaram que o conteúdo da Bíblia tinha sido um produto humano, no entanto, a agência americana (NASA) confirma que a Bíblia foi inspirada por Deus e que Deus é real, sua Palavra não falhará e tudo o que está acontecendo no mundo e o futuro é encontrado nas Sagradas Escrituras.

O que aconteceu foi incrível com astronautas e cientistas espaciais em Green Belt, Maryland. Eles estudaram qual era a posição do sol, da lua e dos planetas para saber sua localização nos próximos 100 e mil anos.

O sistema tecnológico emitiu um alerta vermelho de atenção referente a um erro na informação inserida ou com os resultados obtidos quando comparados com as normas estabelecidas. O escritório de manutenção fez uma verificação, mas o computador estava em perfeitas condições. O diretor de operações da IBM perguntou qual era o problema então sendo a resposta “Descobrimos que falta um dia no universo do tempo transcorrido na história”.

Os cientistas questionaram a si mesmos como eles não tinham resposta para o que aconteceu. No entanto, um dos membros da equipe que era cristão começou a pensar e disse: “Eu ouvi uma vez na igreja, em um estudo bíblico, que o sol parou”.

Estes incrédulos responderam “Mostra-nos”. Então ele abriu a bíblia e procurou pelo capítulo de Josué. Nesse verso, Deus disse a Josué: “Não tenha medo, porque eu os entreguei a você, nenhum deles será capaz de resistir a você”.

Josué estava preocupado porque o inimigo os cercara e, se escurecesse, o inimigo poderia derrotá-lo. Então Josué pediu a Deus para parar o sol. E assim aconteceu. O sol parou e a lua parou e não se apressou em colocar quase um dia inteiro “.

De repente, os cientistas disseram “Esse é o dia que está faltando! ” Naquele momento, eles corroboraram no computador voltando no tempo ao tempo definido na Bíblia e descobriram que estava próximo, no entanto, não era o intervalo de tempo exato. Esse intervalo de tempo que não apareceu foi de 23 horas e 20 minutos, por si só não foi um dia inteiro. Quando ele retornou às escrituras, ele disse que foi quase um dia inteiro. (Josué 10:13)

A controvérsia foi resolvida em parte desde que restavam 40 minutos. Um grande dilema para resolver, as imprecisões foram muito significativas. Foi quando este companheiro cristão se lembrou de uma passagem que explica que o sol “recuou”.

Foi assim que cheguei à bíblia no segundo livro de Reis, capítulo 20: 8-11, onde a bíblia testifica que Ezequias, que estava prestes a morrer, recebeu a visita do profeta Isaías, que lhe disse que ele não morreria.

O capítulo diz textualmente, por isso Ezequias não acreditou e pediu um sinal: “Isto te será sinal, da parte do Senhor, de que o Senhor cumprirá a palavra que disse: Adiantar-se-á a sombra dez graus, ou voltará dez graus atrás?

Então disse Ezequias: É fácil que a sombra decline dez graus; não seja assim, mas volte a sombra dez graus atrás.

Então o profeta Isaías clamou ao Senhor; e fez voltar a sombra dez graus atrás, pelos graus que tinha declinado no relógio de sol de Acaz. Então o profeta Isaías clamou a Jeová; e ele devolveu a sombra pelos graus que haviam descido sobre o relógio de Acaz, dez graus atrás. Dez graus são exatamente 40 minutos.

É lá que encontramos 23 horas e 20 minutos em Josué adicionados aos 40 minutos de segundo de Reis para completar as 24 horas que os cientistas do Programa Espacial deveriam adicionar à história como o dia que faltava no universo.

Deixe a sua opinião!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here