Comunicado sobre Bin Laden: “Frente à morte de um homem, um cristão não se alegra jamais”

a3462f63c112afb907cbb3568ab6b64c
Federico Lombardi, diretor da Sala de Imprensa da Santa Sé, divulgou hoje um comunicado
sobre a morte do líder da rede Al Qaeda, Osama Bin Laden. “Osama bin Laden, como todos sabem, tinha a gravíssima responsabilidade de ter espalhado divisão e ódio entre as pessoas, causando mortes de um incontável número de
pessoas e explorando a religião com esses objetivos”, disse ele. O Vaticano espera que a morte de Bin Laden “não seja uma ocasião para mais ódio, mas para paz.” Ressalta, porém, que “frente à morte de um homem, um cristão não se alegra jamais”. Ele “reflete sobre a grave responsabilidade de cada um diante de Deus e dos homens, e espera e se empenha para que tal situação não seja ocasião para um crescimento posterior do
ódio, mas da paz”. Bin Laden foi morto neste domingo, 1º de maio, num ataque a um complexo nos arredores
de Islamabad. O sucesso da operação liderada por forças norte-americanas no Paquistão
foi anunciada pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. O mesmo home que
recentemente ganhou o prêmio Nobel da paz. Na ação, além de Bin Laden, teriam morrido um mensageiro, um irmão e um filho adulto do
líder da Al-Qaeda, além de uma mulher, que teria sido usada como escudo. Menos de 24 horas depois o exército americano teria lançado o corpo ao mar. A TV
americana NBC afirmou que essa seria uma maneira de evitar peregrinação ao corpo. Alguns líderes cristãos se manifestaram sobre o assunto no Twitter.
Steven Furtick, pastor da Igreja Elevation em Charlotte, NC, escreveu: “Eu lamento a morte= A morte generalizada gerada por Bin Laden. Hoje nós temos que celebrar o sacrifício e vitória de nossas tropas. Sem precisar me justificar, celebro as
multidões de pessoas que terão a oportunidade de viver depois da morte deste homem.
Isso é bom, ISSO é uma vitória.” Momentos depois, citou a passagem bíblica Salmo 9:19-20: “Levanta-te, SENHOR; não prevaleça o mortal. Sejam as nações julgadas na tua presença. Infunde-lhes, SENHOR, o
medo; saibam as nações que não passam de mortais. O pastor Brian McLaren, lamentou a imagem que ele viu na televisão, que mostrava
estudantes universitários em frente à Casa Branca, gritando, comemorando e tomando
cerveja. “Celebrar com alegria a morte de um assassino que celebrava com alegria seus assassinatos carrega uma ironia que, espero, seja percebida por nós. Será que estamos
aprendendo alguma coisa, ou simplesmente aumentando ainda o ciclo de violência?” Há um temor de alguns líderes políticos mundiais que surja uma nova onda de ataques
terroristas como retaliação por parte da Al-Qaeda.

VEJA TAMBÉM
Estados Unidos reconhece Jerusalém como a capital de Israel

Pavablog / Portal Padom

Comente

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido