EXTRA – O jovem e sua diversidade são destaques no “Criança Esperança” deste ano, que chega a sua 32ª edição. Com o tema “Sua esperança não está sozinha”, a campanha visa a debater como questões acerca do racismo, violência, transexualidade, entre outras, estão sendo tratadas nas escolas. Na manhã desta sexta, a imprensa conheceu algumas das ações que vão acontecer nos meses de julho e agosto para difundir a campanha, que é uma iniciativa da Rede Globo em parceria com a UNESCO.
Nos próximos dias 23 e 30 de julho estão programados para ir ao ar, na GloboNews, o “Diálogos da Esperança – Como vai você jovem brasileiro?”, em que o apresentador Pedro Bial discutirá a educação e a diversidade com especialistas. Gravados ontem, os debates contaram com a presença dos atores Dira Paes, Lázaro Ramos e Leandra Leal, além do ex-judoca e comentarista Flavio Canto. Eles estão em seu terceiro ano como mobilizadores do projeto.

Tábata Amaral de Pontes, fundadora do mapa da educação, Ricardo Henriques, ex-secretário de estado nas áreas de educação e direitos humanos, e o professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) André Lázaro estiveram entre os convidados.

Diretora do filme “Divinas Divas”, sobre a primeira geração de artistas travestis do Brasil, Leandra Leal ressaltou o papel da escola em debater a identidade de gênero.

— Quando a família não acolhe, é a escola que pode acolher e mediar um conflito familiar. Quando a pessoa não é acolhida na escola, não vai conseguir realizar seu sonho profissional — ponderou Leandra.

Quando a conversa enveredou para o racismo, Lázaro Ramos fez uma provocação que deixou a plateia em silêncio:

— Desafio alguém a falar aqui em que momento foi racista.

Segundo a diretora de Responsabilidade Social da Rede Globo, Beatriz Azeredo, esses temas são frequentemente tratados nas ruas e, por isso, precisam ser levados cada vez mais para as salas de aula.

— É uma coisa das cidades, das comunidades. Como a escola está lidando com isso? São esses os temas centrais – justificou Beatriz. — Ao longo de dois meses vamos atravessar o jornalismo com pautas nesses temas. Educação é um assunto para o ano inteiro.

O show que marca a campanha acontecerá no dia 19 de agosto, no Rio, com a participação de artistas como Tiago Iorc, Simone e Simaria e Sandy. Segundo Beatriz, o evento também reforçará essas discussões.

Dentro da campanha de mobilização, os atores irão responder dúvidas enviadas pelo público, entre elas as que se referem ao destino do dinheiro arrecadado.

— Não caia nessa não, porque o dinheiro arrecadado passa longe da Globo —–avisou Dira Paes em um dos comerciais, após ler acusações de que a empresa fica com o montante.

Selecionados pela Unesco, os 85 projetos a serem beneficiados serão anunciados oficialmente no dia 29 de julho, no programa “Caldeirão do Huck”. Os selecionados trabalham diretamente com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, em especial, com redução das desigualdades, educação de qualidade, erradicação da pobreza e paz e justiça.

Deixe seu comentário!