Um homem cristão sabe muito bem que a Palavra de Deus é vida, por isso ele sai pelas noites e deixa uma Bíblia na porta das casas que encontra, embora possa ser preso por isso.

Deixar Bíblias nas casas é uma perigosa missão na Arábia Saudita, onde é estritamente proibido evangelizar muçulmanos. Mas Baqur, (nome alterado por segurança), corre o risco de distribuir Bíblias em segredo para que muitos conhecem a Cristo.

Baqur quer que as pessoas começam a ler as Escrituras, então ele foi para uma aldeia onde nunca foi antes e no escuro da noite e calmamente deixou uma Bíblia na porta de cada casa, então ele orou enquanto se afastavam do lugar.

Meses depois voltou para a aldeia, logo as pessoas notaram que ele não era um morador local, mas sim um estrangeiro. Então os moradores lhe perguntaram se ele é um muçulmano. Ele responde que é um cristão … então a partir deste momento as começam a ficar interessantes.

De repente, outro homem entra na conversa e começar a fazer perguntas sobre a Bíblia que ele encontrou na porta de sua casa. Baqur pede-lhe para que traga a Bíblia para que ele a veja. Então o homem correu para sua casa para buscar a sua Bíblia e voltou rapidamente. É nesse momento que Baqur realiza o seu primeiro estudo do Evangelho. A sua estratégia funcionou.

Baqur agradeceu a Deus, ao ver os líderes muçulmanos daquele povoado, lendo a Bíblia e entregando as suas vidas a Cristo. “Só através da leitura do Evangelho, os muçulmanos encontram a Jesus”, disse ele.

Nos últimos anos, ele tem batizado alguns deles, tudo em segredo. Na Arábia Saudita esses novos crentes não podem participar de uma igreja existente, inclusive seus familiares não sabem que seguem a Cristo, pois podem ser negligenciados.

Baqur lhes ajudou a formar pequenos grupos para que recebam aulas de discipulado e crescem em número e em sua vida espiritual, recordando as palavras de Jesus em Mateus 18:20 “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles”.

Portal Padom

Deixe seu comentário!