Descoberta Arqueológica, rosto de possível rei bíblico é encontro em Israel

Descoberta Arqueológica: Rosto de 2800 anos, possivelmente rei bíblico, encontrado em Israel

Uma pequena escultura esculpida descoberta na antiga cidade de Abel Beth Maaca, no norte de Israel, e que data de mais de 2.800 anos, pode ser uma representação de um rei bíblico, de acordo com arqueólogos.

Robert Mullins, professor do Departamento de Estudos Bíblicos e Religiosos da Universidade Azusa Pacific, que é co-diretor de escavações na cidade antiga, disse  na semana passada que a escultura foi encontrada no último verão em um grande edifício no ponto mais alto da cidade.

A figura, apenas 5 por 5,4 cm de tamanho e esculpida em um tipo de cerâmica vidrada, retrata um homem com longos cabelos negros e uma barba, usando uma faixa amarela e preta.

A cabeça foi originalmente anexada a uma figura que teria 8-10 centímetros de altura.

“Apesar da aparência pequena e inócua da cabeça, ela nos proporciona uma oportunidade única de olhar nos olhos de uma pessoa famosa do passado; um passado consagrado no Livro das Eras”, disse Mullins.

“Dado que a cabeça foi encontrada em uma cidade que ficava na fronteira de três diferentes reinos antigos, não sabemos se ela representa figuras como o rei Acabe de Israel, o rei Hazael de Aram-Damasco ou o rei Etbaal de Tiro, governantes conhecido da Bíblia e outras fontes. A cabeça representa um enigma real. “

Todas as três figuras mencionadas por Mullins são encontradas na Bíblia.

Acredita-se que o rei Acabe  tenha sido o marido da infame Jezabel, que adorava o deus pagão Baal, com 1 Reis 16:30, explicando que ele “fez o que era mau aos olhos do Senhor, mais do que todos os que foram antes dele”.

O rei Hazael é mencionado em 1 Reis 19:15, com Deus dizendo ao profeta Elias para ungir o rei Hazael sobre Aram Damasco.

VEJA TAMBÉM
Experiências médicas em soldados israelenses servem para "construir uma força militar"

O rei Etbaal é encontrado em 1 Reis 16:31 , onde é referido como o pai de Jezabel.

A Azusa Pacific University, que é uma universidade cristã evangélica, apontou que Abel Beth Maacah é mencionado em várias ocasiões na Bíblia Hebraica, e tem sido o local de uma série de descobertas notáveis.

Mullins e sua equipe de pesquisa têm escavado os restos do que poderia ser uma antiga cidadela que remonta à época dos reis israelitas, com as salas contendo evidências de atividade metalúrgica, bem como vasos de armazenamento fenícios.

Separadamente, as inovações tecnológicas têm ajudado os arqueólogos no estudo de evidências que remontam a vários reis bíblicos.

Em junho de 2017, imagens de alta tecnologia permitiram que pesquisadores da Universidade de Tel Aviv lessem pela primeira vez a inscrição nas costas de um antigo fragmento de cerâmica que foi descoberto em 1965, mas que até então estava ilegível.

O fragmento foi datado de 600 aC, antes da destruição do reino de Judá pelo rei bíblico Nabucodonosor, um dos personagens mais importantes do livro de Daniel.

Portal Padom

Com informações CP

Deixe a sua opinião!

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido