‘Deus ainda é bom’, diz homem após perder esposa para o câncer

Marido conta história de fé depois de perder um filho e logo depois a mulher para câncer de mama: "Deus ainda é bom"

311

As temperaturas estavam começando a cair. Era o final do outono de 2001, quando Ryan Seals conheceu a mulher que logo se tornaria sua esposa.

Seals teve uma interessante jornada de fé. Ele foi criado católico e se aventurou no mormonismo por uma temporada antes de finalmente encontrar a Calvary Chapel local ao longo da fronteira entre Oregon e Idaho. Foi lá que ele não apenas dedicou sua vida a Jesus Cristo, mas também onde conheceu Kimi.

Seu relacionamento se desenvolveu rapidamente. Em cerca de um ano de encontros, Kimi e Ryan se casaram. O casamento foi apenas alguns dias depois do Natal, em 28 de dezembro de 2002.

“Éramos apenas melhores amigos“, disse Seals à Faithwire. “Nós davamos muito bem. Os primeiros dois anos não foram uma luta. Foram os melhores anos das nossas vidas – pelo menos a minha vida”.

Infelizmente, o vínculo estreito deles não os tornava imunes à tragédia, mas a fé deles era forte no meio de tudo isso.

Cerca de cinco anos atrás, os Seals perderam um de seus filhos, Brasen, quando ele era recém-nascido.

“Passamos por todo esse processo de luto – ‘Por que Deus? Por que teríamos que passar por algo assim? – mas quando esse tipo de coisa aconteceu com Kimi e eu, isso nos aproximou e nossa fé em Deus foi mais forte.”

Nos momentos mais difíceis de seu casamento, Seals disse, ele e sua esposa se voltaram para a oração e confiaram no plano de Deus, mesmo quando era confuso – uma confiança sobrenatural em que o casal de Oregon em breve, mais uma vez, teria que confiar.

VEJA TAMBÉM  Mais de 50 novos pastores formados, mesmo assim a China necessita de muito mais pastores!

Kimi, que faleceu no final de julho depois de uma luta angustiante e implacável, foi diagnosticado com câncer de mama em estágio quatro em abril de 2017.

“Ficamos chocados“, lembrou Seals, que agora trabalha para a Fellowship of Christian Athletes (FCA). “Ela sempre foi super saudável. Ela comia orgânico, ela trabalha fora, ela fazia todas essas coisas. E então descobrir que era o estágio quatro foi devastador”.

Nesta estação mais escura de suas vidas, quando a esperança parecia cada vez mais distante, Seals disse que ele e sua esposa se voltaram para as Escrituras. Ele elogiou Kimi, que escreveu um livro sobre sua jornada, para “tão diligentemente” buscar a Palavra de Deus enquanto os problemas deste mundo se aproximavam deles.

Seals disse que Romanos 15:13 provou ser uma passagem incrivelmente importante em suas vidas. No versículo, o apóstolo Paulo escreveu: “Que o Deus da esperança vos encha de toda alegria e paz, como confiais nele, para que transbordeis de esperança pelo poder do Espírito Santo”.

O jeito que nossos amigos e familiares viram [Kimi] conduzir sua vida no meio de tudo o que acontece – como na celebração da vida no domingo, tivemos pessoas nos dizendo que odeiam ir aos funerais, mas esse foi o primeiro funeral que eles já estiveram onde eles realmente sentiram esperança”, disse Seals. “Eles sentiram como, ‘Uau, Deus ainda é bom, mesmo no meio do que está acontecendo'”.

Para prosseguir, Seals pediu aos irmãos que orassem para que ele e seus filhos que continuassem a confiar em Deus para levá-los adiante como ele fez durante toda essa jornada. O jovem pai ainda também pediu orações para que seu ministério na Irmandade de Atletas Cristãos continuasse a florescer.

VEJA TAMBÉM  Europa perde o interesse pelo cristianismo

“Com o ministério”, explicou ele, “você precisa doar muito. [Ore] que eu tenha o coração para continuar a dar aos estudantes locais, atletas, treinadores e todos com quem trabalho.”

Kimi deixa para trás seu marido e seus quatro filhos, uma filha de 13 anos, um filho de 11 anos, um filho de 7 anos e uma filha de 4 anos.

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido

1 COMENTÁRIO

  1. Deus nunca deixou e deixará de ser bom; muito bom. Não importam as circunstâncias. Ele, ao recolher meus pais; Deus ouviu as orações dos crentes em Cristo da família e antes da morte de meus pais, eles entregaram suas vidas ao Senhor Jesus! Isso é milagre! Glória a Deus! Compreendo a dor do meu irmão, mas dizer que Deus “ainda é bom”, é afirmar que Ele pode deixar de ser bom. Entendo assim.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.