Deus está separando o trigo do joio em nosso país

Agora, mais do que nunca, as linhas de separação estão sendo traçadas. Deus está purificando Sua igreja aqui neste país.

Falando de Jesus, João Batista, Mateus 3:12 diz: “Em sua mão tem a pá, e limpará a sua eira, e recolherá no celeiro o seu trigo, e queimará a palha com fogo que nunca se apagará”.

Nesse versículo, Jesus é retratado como alguém que separa o joio do trigo, juntando o trigo ao celeiro e queimando a palha em uma conflagração. Esta é a primeira instância em que a ideia de separação é trazida para dentro do Novo Testamento. Embora o significado completo desse versículo tenha significado escatológico, pode-se argumentar que esse versículo é aplicável em todos os momentos e lugares. Deus está sempre, em vários graus, separando o joio do trigo em Sua Igreja e separando o joio do trigo da vida individual de seu povo.

Sempre que eu navego em todas as fontes de notícias cristãs, parece haver um tema subjacente no trabalho dentro da Igreja Brasileira – separação e santificação. Os cristãos estão sendo confrontados com muitas escolhas. Por exemplo, eles servirão a Cristo ou buscarão as “riquezas” deste mundo? Será que eles fielmente se apegarão à verdade da palavra de Deus ou se comprometerão com a cultura? Eles viverão em santidade ou darão lugar à decadência ao seu redor? Será que eles olham para o mundo em busca de esperança ou olham para Cristo?

Essas questões são tremendamente descritivas do dilema que muitos cristãos brasileiros estão tendo que responder. À medida que são respondidas, o que está ocorrendo é uma grande separação dentro do corpo de Cristo dentro do Brasil. Pode-se até afirmar que é como se Cristo estivesse separando o joio do trigo dentro da igreja Brasileira.

Por muitas décadas, o “trigo” e o “joio” puderam permanecer juntos, as diferenças entre os dois estando lá, mas não pronunciados o suficiente para criar quaisquer divisões principais entre eles. Agora, a divisão entre o “trigo” e o “joio” está se tornando cada vez mais distinta e óbvia. Aqueles que estão comprometidos com Cristo, comprometidos em viver “em retidão” e comprometidos em ver um movimento real, puro e imaculado do Espírito Santo, estão sendo reunidos por Cristo e separados para Seu trabalho atual. Aqueles que estão bem com compromisso, dispostos a seguir a tendência “maior e mais recente“, que buscam o que o mundo está oferecendo, e aqueles dentro da igreja que usam as ferramentas e estratégias do mundo em uma tentativa de avançar o Reino de Deus também está sendo reunido, mas ajuntado para julgamento.

Agora, mais do que nunca, as linhas de separação estão sendo traçadas. Deus está purificando Sua igreja aqui neste país. Ele está revelando o coração das pessoas. Quando ele faz isso, uma separação semelhante ao que é visto em Mateus 3:12 está ocorrendo diante de nossos olhos. Deus não terminou de trabalhar em nossa nação, mas não usará uma igreja comprometida. Deus não usa o comprometido, pecaminoso ou egoísta para exibir Seu poder ou conduzir um mover de Seu espírito. Há aqueles na igreja que estão comprometendo e ainda experimentam o “sucesso”. No entanto, esse “sucesso” só pode ser chamado de sucesso se for julgado pelos padrões do mundo. O verdadeiro sucesso ocorre quando o Espírito de Deus está em ação. Não apenas quando os números de uma igreja crescem ou seus edifícios se tornam maiores.

Porque o Espírito Santo procura mover através de Sua igreja aqui neste país, uma separação do trigo e do joio deve primeiro ocorrer.

O interessante da separação é que é outra palavra para santificação. Que melhor analogia existe para descrever a santificação na vida do crente do que a imagem de Cristo removendo a palha, isto é, o lixo, o inútil, o inútil que está na vida do crente.

Como Deus está trazendo separação para a igreja brasileira como um todo, Ele também procura separar o joio do trigo na vida do indivíduo. Muitos de nós vivemos com coisas dentro de nós que Deus consideraria como “palha”. Como crentes individuais, devemos nos submeter ao processo de santificação de Deus. Como Deus santifica o crente individualmente, Ele remove o “joio”. Este é um processo necessário para estar preparado para a obra de Deus em nossas vidas individuais que, por sua vez, nos habilitará a estar preparados para desempenhar o papel que Ele nos chama em O corpo dele.

Então, embora Mateus 3:12 possa ser argumentado como tendo um significado escatológico, é claro que ele tem aplicações para o estado atual da igreja no Brasil e o desejo de Deus de santificar Seu povo não apenas corporativamente, mas também individualmente.

por: Evangelista David Hoffman
traduzido e adaptado por: Pb. Thiago Dearo

Comente

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido