Eletricista visita hospital todos os dias para cantar para os pacientes

Eletricista, Joel Gil, usa o dom da música cantando diariamente no hospital “para falar de Deus” aos pacientes

O eletricista evangélico, Joel Gil, de 32 anos, dedica o seu tempo livre do horário de almoço, para alegrar e emocionar os pacientes, do Hospital Universitário São Francisco, em Bragança Paulista, SP, através da música.

Joel usa, o dom da música, para compartilhar aos pacientes uma mensagem de fé e esperança que pode ser encontrada somente através de Jesus Cristo. Ele contou ao G1, que a inspiração para realizar esse importante trabalho, surgiu quando ele viu um saxofonista realizar no local suas apresentações aos médicos, enfermeiros e pacientes.

Ele conta que certo dia, enquanto trabalhava, (seu trabalho é em um prédio perto do hospital), ele pode ouvir o som do saxofonista e sentiu em fazer uma parceria com ele, naquela época Joel estava aprendendo tocar violão, e começou se apresentar tocando esse instrumento.

Após um ano de evangelismo juntos, seu amigo saxofonista deixou o Brasil, então Joel ficou sozinho e a partir de então ele passou a cantar, com um playback executado no celular.

Suas canções, falam de Deus: “Deixamos a religião de lado para falar de Deus. Ganho com isso a alegria e o sorriso das pessoas”, disse. Além de cantar, Joel separa um tempo para ouvir as histórias dos pacientes, uma dessas histórias o marcou profundamente.

Segundo Joel, o ajustador mecânico César Fura foi internado em outubro do ano passado para ser submetido a uma cirurgia. Ele contou que estava chateado no hospital quando começou a ouvir uma música cantada por Joel.

Ele contou que saiu da cama e, emocionado, foi assistir de perto a apresentação. “É um trabalho maravilhoso”, disse. César ficou internado por cerca de três semanas no hospital, sendo parte desse tempo na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

??Eu me dou por inteiro, teu é o meu coração ??

Posted by Joel Gil on Wednesday, January 23, 2019

Avaliação positiva de seu trabalho no hospital

A responsável pelo setor de humanização do Hospital, Suziane Siqueira, vê o trabalho de Joel como positivo, pois segundo ela a música ameniza as sensações de medo, insegurança, tristeza e solidão dos pacientes. “É como se eles esquecessem que estão em um leito de hospital”, disse ela ao G1, acrescentando que “O trabalho voluntário do Joel é essencial, para pacientes e funcionários do hospital, acalma nossas almas, corações e nos ajuda a buscar serenidade para conseguirmos dar o nosso melhor aos pacientes”.

Posted by Janice Messias on Monday, February 11, 2019

Comente

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido