Estado Islâmico convoca todos muçulmanos a “guerrear contra os cristãos”

O Estado Islâmico (EI), tem usado o período sagrado dos muçulmanos chamado “Ramadã”, com incentivo para convocar a uma “Guerra total contra os infiéis”, em busca aparentemente do cumprimento do Apocalipse

O Estado Islâmico (EI), tem usado o período sagrado dos muçulmanos chamado “Ramadã”, com incentivo para convocar a uma “Guerra total contra os infiéis”, em busca aparentemente do cumprimento do Apocalipse.

O conceito destes grupos extremistas é simples: se converta ao Islã, ou morra. E os infiéis são todos aqueles que estão de fora da religião muçulmana, como por exemplo, os cristãos, judeus, ateus, hindus e inclusive os seguidores de Alá que não compartilham suas interpretações do alcorão.

De acordo com as informações do que The Independent, o Estado Islâmico reiterou que os muçulmanos de todo o mundo sua convocação a guerra em um comunicado que pede um “ritual sangrento” contra os “infiéis”.

“Irmãos muçulmanos na Europa que não podem alcançar as terras do Estado Islâmico, ataquem os infiéis em suas casas, mercados, estradas e fóruns … Façam isso e, em seguida e alcançaram uma grande recompensa para o martírio, no Ramadã “, disse o Estado islâmico através de um comunicado.

A bandeira do Estado Islâmico está no país mais cristão da Ásia

A insurgência islâmica no sul das Filipinas obriga os cristãos a fugir, esconder-se ou morrer. A violência, a instabilidade e a perseguição cristã que o EI tem trazido do Oriente Médio tem chegado a uma sitiada ilha nas Filipinas.

Mais de 100 pessoas foram assassinadas e outras cinquenta foram tomadas como reféns no lapso de uma semana na ilha de Mindanao, lugar de uma minoria muçulmana no arquipélago. Os insurgentes têm como alvo os cristãos e aqueles que não podem provar que eles são muçulmanos. Os especialistas acreditam que o Estado a Islâmico está pretendendo criar um califado no sudeste asiático, incluindo está ilha em particular, de acordo com Christian Today.

Portal Padom

Comente

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido