“Eu senti Deus agarrar-me”, diz adolescente que sobreviveu milagrosamente queda de um penhasco

Um adolescente de 17 anos está dando agradecendo a Deus, pelo livramento em uma queda quase mortal, durante uma caminhada na manhã de domingo.

Um adolescente de 17 anos está dando créditos a Deus, pelo livramento em uma queda quase mortal, durante uma caminhada na manhã de domingo.

No fim de semana passada, Ben Foster e seus amigos estavam explorando Frenchman’s Bluff Trail no Cuivre River State Park, localizado em Saint Louis, Missouri, próximo ao penhasco de 36 metros. Enquanto estava lá, seu pé escorregou em uma pedra que o fez cair do penhasco a 15 metros de altura, até que um galho interrompeu sua queda.

“Tudo o que eu conseguia pensar era o que vai acontecer a seguir? Eu poderei sair disso? ”, Ele disse à estação local da CBS, KMOV . “Eu apenas joguei meu braço para fora e agarrei de alguma forma, e apenas segurei”

Depois de alguns minutos, que pareciam “horas” para Foster, paramédicos e equipes de bombeiros chegaram para encontrá-lo. Uma vez que encontraram o jovem, os bombeiros montaram cordas que ajudaram o adolescente a descer o penhasco.

“Senti Deus me agarrar e me puxar com força”, disse ele, enquanto segurava seu crucifixo.

“Deus agarrou-me e me trouxe para a segurança”, acrescentou.

O jovem foi resgatado e colocado em um barco de resgate que o levou para um hospital próximo. Sua mãe, uma enfermeira, Maria Branon, disse à agência de notícias que temia que seu filho nunca fosse capaz de andar novamente.

“Meu coração parou, eu não sabia o que pensar e além de ser uma enfermeira, eu congelei, eu não sabia se ele estava vivo. O quanto ele está ferido?” disse Branon.

Foster sobreviveu à queda quase fatal com apenas uma clavícula quebrada e pequenos cortes e contusões. Ele passou a agradecer aos socorristas e sua fé por salvar sua vida.

Comente

VEJA TAMBÉM
Museu de Israel dedicará exposição ao rei Herodes

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido