Noticias gospelA grande maioria dos evangélicos americanos acreditam que a violência que ocorre no Oriente Médio é um sinal de que o fim dos tempos está próximo, segundo uma pesquisa realizada Brookings Institution.

O estudo realizado pelo Centro de Política do Oriente Médio, revela 79% dos evangélicos acreditam que os acontecimentos mundiais atuais significam que a segunda vinda de Cristo está mais próxima, em comparação com 43% dos cristãos não evangélicos.

A pesquisa também informa que os evangélicos tendem expressar uma postura mais pró-israelense, que os não evangélicos

No entanto, relativamente poucos evangélicos -apenas 12% – acreditam que Cristo voltará enquanto eles vivem. A maioria dos cristãos, evangélicos (81%) e não-evangélicos acreditam que irá acontecer em algum momento, relata Christian Today.

Entre os cristãos que acreditam que Cristo voltara, 55%  no geral, e 75% dos evangélicos dizem que tem que ocorrer várias coisas em Israel antes que Ele venha.

Enquanto 63% dos evangélicos dizem que é necessário que o atual Israel tome toda a terra que foi prometida no Antigo Testamento.

A pesquisa também perguntou quem era o culpado pela violência em Israel e na Palestina. Dos entrevistados 31% acreditam que a ausência de uma diplomacia de paz seria é o mais responsável, 26% culpa a contínua da ocupação e assentamentos israelense, a expansão na Cisjordânia e extremistas palestinos.

Em contraste, 40% dos republicanos em primeiro lugar culpam os extremistas palestinos, seguidos por 27% que culpam a falta de diplomacia séria, e 16% culpa a continuação da ocupação israelense e expansão dos assentamentos.

Portal Padom

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!

comentarioo