Tempos de Maldade e Aberração – Homem mata sua ‘esposa’ de 8 anos de idade

A menina foi forçada a casar com um homem cinco vezes a mais da sua idade, ela morreu na noite do casamento

522

Parece uma história de Terror, ou algo que não tem credibilidade, no entanto fontes jornalísticas pesquisaram profundamente para encontrar a verdade sobre esta notícia até que ela foi confirmada de uma forma muito trágica e aberrante.

O que aconteceu? Uma menina iemenita de oito anos morreu depois de ter sido agredida sexualmente por seu marido de 40 anos em sua “noite de casamento”, resultado de graves lesões internas, na região tribal de Hardh, no noroeste do Iêmen, informou o jornal Huffington.

A menina foi identificada como Rawan, e de acordo com a autópsia, mostrou que teve órgãos genitais rasgados e uma ruptura uterina, de acordo com as informações citadas pelo jornal kuwaitense Al Watan, que afirma que várias organizações em defesa da os direitos humanos e os direitos da criança pediram que o marido fosse punido criminalmente, que tem cinco vezes a idade da menina e a família da menina por ter permitido esse casamento.

Rawan não seria o único caso, apenas 2 meses antes deste incidente, Nada al-Ahdal, um Iêmen de 11 anos, fugiu de casa e denunciou a sua família para evitar um casamento forçado em troca de dinheiro.

De acordo com a publicação de Albawaba, quase uma em cada quatro garotas é forçada a se casar antes dos 15 anos no Iêmen. Esta nação aprovou em fevereiro de 2009 no congresso uma lei que expressou legalmente a idade mínima para casamento em 17 anos, no entanto, esta lei foi revogada, porque os legisladores conservadores consideraram isso “anti-islâmico”.

Estima-se que, até o ano de 2020, mais de 140 milhões de meninas se tornarão esposas-meninas, de acordo com o Fundo das Nações Unidas para a População (UNFPA). A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que todos os dias 39 mil meninas menores de 18 anos se casam.

Com informações de El Pais

Deixe a sua opinião!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here