A imagem de um homem orando à beira da estrada após um terremoto mortal atingir sua cidade nas Filipinas está capturando o coração de todos.

Terremoto mortal

No dia 29 de outubro, por volta das 9h, um terremoto de 6,6 graus na Escala Richter atingiu a ilha de Mindanao, nas Filipinas. O terremoto danificou mais de 5500 infraestruturas, destruiu mais de 1200 casas e feriu pelo menos 215 pessoas. Infelizmente, os relatórios indicam que pelo menos sete pessoas foram mortas.

O terremoto destrutivo e mortal foi centrado em Tulunan, na província de Cotabato, e afetou toda a ilha de Mindanao. Consequentemente, a Indonésia também sentiu os efeitos do terremoto.

Foi o segundo terremoto mais poderoso a atingir Mindanao em duas semanas. A ilha havia começado a se recuperar de um terremoto de 6,3 ocorrido em 16 de outubro.

A localização é quase a mesma de 16 de outubro“, disse Erlinton Olavere, especialista em pesquisa do Instituto Filipino de Vulcanologia e Sismologia.

Após o terremoto, vários tremores secundários foram sentidos pela ilha e intensificaram os danos.

Um raio de esperança

No entanto, houve um raio de esperança. A foto de um homem idoso orando ao lado da estrada está circulando na Internet e inspirando a todos. O homem era da mesma província que o terremoto ocorreu e a foto foi capturada momentos depois do último terremoto.

Essa imagem me lembra um salmo que nos assegura que Deus é nosso refúgio e força em tempos de angústia. Na verdade, esse homem sabia a quem recorrer e a quem se refugiar quando o desastre acontecesse. Que as ações deste homem sempre nos lembrem que Deus é mais poderoso do que qualquer circunstância! Ele é a nossa força e refúgio!

VEJA TAMBÉM
Católicos e muçulmanos denunciam tentativas de eliminar a fé na Europa

Salmos 46: 1-3Deus é nosso refúgio e força, uma ajuda sempre presente na angústia. Portanto, não teremos medo, embora a terra ceda e as montanhas caiam no coração do mar, embora suas águas rugam e espumem e as montanhas tremem com o surgimento.

Comente

Participe de nosso grupo no WhatsApp e receba nossas novidades.

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido