Artigos

Jesus aparece e salva mulher do ataque mortal de porco selvagem

Mulher é atacada por porco selvagem, fica gravemente ferida, um homem com as mãos furadas chega, espanta o animal e cura as suas feridas

A esposa de Pastor Paul, Mercy, compartilha uma experiência fundamental e transformadora na vida de sua avó

Minha avó Eliyamma cresceu em uma área densamente florestada em uma região alta da Índia. Sua família era religiosa, mas não aprendera o que significava ter um relacionamento vivo com Jesus Cristo. O casamento infantil era comum na Índia na época, então aos 13 anos ela se casou com um homem chamado Mathai.

Eliyamma e Mathai viviam com sua família em sua casa de barro na floresta. Eles não tinham eletricidade nem água corrente, e não havia mercado local para comprar comida. Seu pai e Mathai trabalharam duro para recuperar a floresta para sua pequena fazenda, onde cultivavam café e especiarias, como pimenta e cardamomo.

Como a família não dispunha de canos para levar água potável para sua casa ou até mesmo para um poço próximo, fazia parte das tarefas diárias das mulheres buscar água no rio.

Um dia, quando Eliyamma tinha 27 anos, ela foi até o rio para encher o pote de água. Quando ela se inclinou sobre a borda da água, um porco selvagem saiu do mato e brutalmente atacou-a. Ela lutou de volta, usando o pote de água como um escudo defensivo e arma para bater na cabeça do porco.

Mas como eles lutaram, o porco selvagem ficou ainda mais enfurecido e feroz. Seus dentes afiados rasgaram suas pernas e braços. Eliyamma sabia que sua vida estava em risco quando o sangue começou a fluir profusamente de seu corpo dilacerado. Ela gritou por ajuda, mas ninguém estava por perto.

De repente, um homem apareceu do nada. Ele levou o porco embora e depois se ajoelhou ao lado dela para cuidar de suas feridas. Quando suas mãos tocaram os lugares rasgados em seu corpo, ela foi imediatamente curada.

VEJA TAMBÉM
Igrejas protestantes pedem que EUA suspenda ajuda a Israel

Ainda em choque, os olhos de Eliyamma se arregalaram de espanto ao ver as palmas das mãos do homem. Elas tinham cicatrizes; ele carregava as marcas da crucificação. Reverência e admiração encheram seu coração. Apenas uma resposta veio à mente quando ela reconheceu quem a atendia. Ela se prostrou no chão e disse: “Meu Senhor e meu Deus!”

Foi apenas um momento em que ela estava de bruços no solo, que estava úmido com a água do rio misturada com sangue. Quando ela lentamente levantou a cabeça, seu Salvador havia desaparecido.

Depois desse incidente dramático, Eliyamma teve uma fome insaciável de saber mais sobre Jesus. Ela o aceitou como seu Salvador pessoal e, como resultado de seu testemunho, toda a sua família acreditou e recebeu Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador.

ELIYAMMA COM 100 ANOS.

Em suas vidas, Eliyamma e Mathai tiveram um total de sessenta e sete filhos, netos e bisnetos.

Sendo um deles, cresci conhecendo Jesus como meu Senhor e Salvador. Casei-me com um homem chamado Paul que, embora muçulmano de nascimento, aceitou Jesus Cristo como seu Salvador pessoal e Senhor em seu vigésimo primeiro aniversário enquanto estudava na universidade. Agora estamos ganhando almas para Cristo.

Meu avô, Mathai, foi para casa para estar com o Senhor quando Eliyamma tinha 62 anos. Trinta e nove anos depois, Jesus levou Eliyamma para casa quando tinha 101 anos. Até aquele dia, ela aguardava ansiosamente estar com seu Salvador face a face, e dedicou sua vida em estudar a Bíblia, orando pelos outros e glorificando seu Senhor como Sua testemunha viva.

O Senhor é a minha luz e a minha salvação – a quem temerei?” (Salmo 27: 1)

VEJA TAMBÉM
Apresentadora é batizada após se converter a Cristo

Nota: A história acima é um dos capitulos do livro Amazing Modern-Day Miracles: 52 True Stories to Strengthen Your Faith por Suzanne Frey.

Traduzido e adaptado por Portal Padom

Deixe a sua opinião!

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido