“Por que João Batista era cheio do Espírito e nunca falou em línguas?”As línguas estranhas são um sinal exclusivo da operação do Espírito Santo durante a Dispensação da Graça, ou da Igreja. João Batista foi o último profeta vinculado à Dispensação da Lei, para a qual não havia o plano de línguas. Só quando os primeiros discípulos foram batizados com o Espírito Santo (At 2.1-6), então ocorreu o maravilhoso fenômeno de falar em línguas.

Extraído do Livro: E a Bíblia Responde CPAD

Deixe seu comentário!