Joel Osteen diz: ‘quero que as pessoas gostem e mim, faz parte da minha personalidade’

73

Joel Osteen, pastor da Igreja de Lakewood, em Houston,
Texas, revelou que ele tem uma personalidade que “quero que as pessoas gostem
e mim”, mas aceitou a realidade que algumas pessoas não vão.



Meu tipo de
personalidade é que eu quero que as pessoas gostem de mim. Essa é minha
natureza. Me interessei pela plateia e percebi que algumas pessoas não vão
gostar porque não gostam do que eu defendo. Não gostam que seja bem-sucedido.
Mas percebi que todo mundo não vai gostar deles
“, disse Osteen na
Lifepoint Church, na Virgínia, onde promoveu seu novo livro, Next Level
Thinking.

Antes de entrar em uma discussão com o pastor sênior da Lifepoint Church, Daniel Floyd, Osteen disse às 1650 pessoas que se reuniram para ouvi-lo falar que ele não tinha vindo preparado com uma mensagem especial, mas acabou compartilhando uma de qualquer maneira.

“Eu acredito que
Deus pode levá-lo a lugares que você não pode ir sozinho. Quando você honra a
Deus com sua vida, quando você a mantém em primeiro lugar, você não sabe que
tipo de porta Deus abrirá. Eu nunca sonhei que seria um ministro, nunca sonhei
que estaria aqui com você esta noite, mas sabe de uma coisa? O plano de Deus
para sua vida é maior que o seu
“, disse ele.

Ele disse que em um ponto, enquanto trabalhava nos
bastidores para seu pai fazendo a produção de vídeos, era tudo o que ele
pensava que seria até que Deus interrompeu esse pensamento.

VEJA TAMBÉM  Televangelista afirma em entrevista que “Deus aceita os homossexuais"

Você sabe, eu
trabalhei 17 anos nos bastidores da igreja do meu pai fazendo a produção. Eu
pensei que seria o que eu faria em toda a minha vida. Meu pai pregava uma
mensagem e eu teria que editá-la para um programa de televisão por 25 minutos.
Ele falava por 40 minutos. Então, durante todos esses anos, eu escutei cada
mensagem de quatro ou cinco vezes. Eu nunca sonhei que um dia eu seria um
ministro. Mas olho para trás e percebo que Deus estava me preparando para o que
estou fazendo agora
“, disse ele.

Ele explicou que a principal mensagem de seu novo livro,
publicado recentemente, é que sua vida segue seus pensamentos e alertou sobre a
importância de proteger seus pensamentos quando Floyd mencionou a luta para
fazer isso quando as pessoas tendem a se comparar com os outros com frequência.

“Vivemos em uma era
comparativa. Eu sei que, especialmente no ministério, eu sei que há 20 anos não
sabíamos o que faziam os ministros, pois não existia o Instagram para olhar. E
até mesmo fora do ministério, na vida, às vezes, podemos comparar nossos
bastidores ao clímax de outra pessoa e queremos acabar sendo eles, e Deus está
nos dando a graça de sermos nós
“, disse Osteen.

Estamos vivendo
neste dia em que você se sente bem consigo mesmo até chegar ao Instagram.
Então, fique confiante com o que Deus lhe deu”
, disse Osteen. “Quando Deus soprou sua vida em você, ele
equipou você e lhe deu poder com tudo que você precisa.

VEJA TAMBÉM  Joel Osteen, compara o “Evangelho da Prosperidade” com os ensinamentos de Jesus

Ele então observou como um capítulo em seu novo livro, You
Are Fully Loaded, toca nisso.

Acho que às
vezes vivemos de uma mentalidade de falta”, disse Osteen. “Enquanto
você acha que está em perdendo, é um insulto a Deus. Não sei se é assim que se
diz, mas … Deus fez de você uma obra-prima. Deus não fez de você um
erro.”

No ano passado, durante o furacão Harvey, Osteen enfrentou
ataques on-line devastadores de críticos que se recusaram a acreditar que ele
inicialmente não abriu as portas de sua megaigreja para abrigar as vítimas das
enchentes de Harvey, porque estava preocupado com a inundação da enorme igreja
de 16.000 lugares. Muitos dos funcionários e voluntários da Igreja de Lakewood
estavam sendo resgatados das enchentes em seus bairros ou ajudando a resgatar
outras pessoas.

Eu não gasto
nenhuma energia no Twitter ou no universo nas redes sociais
“, disse
Osteen ao ET de Kevin Frazier. “E eu
não quero dizer isso com desrespeito. Eu simplesmente não coloco nenhuma
energia nisso. Quero dizer, a vida é curta demais para colocar energia em
emoções negativas e eu me sinto em paz porque fizemos a coisa certa.”

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido

Comentários