Após o PSG dar um ultimato e propor o maior salário do mundo para o jogador brasileiro Neymar, seus fãs aguardam ansiosamente sua decisão. Um outro jogador cristão acaba de renovar com um contrato milionário com o clube pelo qual ele defende, mais ele toma uma atitude exemplar, que poderia muito bem ser copiada por Neymar.

Um jogador de futebol americano, Derek Carr, disse que dará o dizimo de seu salário de 125 milhões de dólares. “A primeira coisa que farei é entregar o dizimo e ajudar os pobres“, disse.

Derek Carr, tornou-se o jogador mais bem pago na história da NFL (National Football League), após renovar contrato de cinco anos com a equipe dos Oakland Raiders.

A primeira coisa que vou fazer é dar o dízimo, como tenho feito desde que eu estava na faculdade. O emocionante para mim é que com este dinheiro vou ajudar muitas pessoas. Estou muito agradecido em tê-lo, porque irei ajudar as pessoas, não só neste país, mas em países de todo o mundo “.

O atleta disse que enquanto que 10% não parece muito para a maioria dos cristãos, para Carr será em torno de $12.500,000 que ele entregará a igreja.

“Eu não sou mesquinho”, disse Carr. “Quando me dizem que é muito o que vou dar, digo que isso não me importa. Estou fazendo a diferença. Isso é emocionante para mim, por isso serei capaz de dar.”

A generosidade do atleta ganhou o elogio de evangelista Franklin Graham. “Derek não se envergonha de falar sobre sua caminhada com Jesus Cristo, eu aprecio a sua coragem!”, escreveu Graham no Facebook.

Carr é sincero sobre sua fé e sua página no Twitter descreve desta forma: “seguidor de Jesus Cristo, marido, pai e jogador da Raider de Oakland. O que eles chamam de trabalho, eu chamo de adoração.”.

O jogador tem tatuado em seu braço o versículo de Jeremias 29:11 “Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais.”

Em declarações anteriores, Carr disse: “Eu tenho uma forte fé em Deus. Ele é a razão pela qual eu jogo futebol. Ele me tem dado esse talento especial e eu quero usá-lo para glorificá-lo …” E acrescentou: “Em qualquer momento minha carreira no futebol poderia acabar, mas minha fé e minha relação com Deus nunca acabará”.

Portal Padom

Deixe seu comentário!