Jovem amputa a própria mão para provar amor ao profeta Maomé

No Paquistão, país dominado pelo islã, um jovem de apenas 15 anos tomou uma atitude que chocou o mundo. Acusado publicamente de ter cometido blasfêmia, o jovem entendeu errado uma pergunta na celebração a Maomé, realizada na província de Punjab, no leste do Paquistão.

160119140455_boy_accused_of_blasphemy_640x360_bbc_nocreditNa celebração que homenageava o nascimento do profeta Maomé, o clérigo perguntou aos que participavam do evento. “Quem entre vocês acredita em Maomé?”. Todos os que estavam presentes levantaram a mão, e em seguida perguntou quem não acreditava nos ensinamentos do santo profeta. Nessa hora o jovem levantou sua mão.

De acordo com o garoto ele afirmou que entendeu errado a pergunta, porém ao levantar a mão, o clérigo o acusou de blasfemar contra o profeta.

O garoto se sentiu muito mal, e querendo provar seu amor e fidelidade ao islamismo, tomou uma atitude drástica, resolveu amputar sua própria mão com um cortador de grama.

Após ter aparado sua mão, o jovem a colocou em um prato e levou para o clérigo. Após essa atitude do garoto, toda a aldeia ficou impressionada e resolveu prestar homenagem ao jovem que mostrou através da dor, o seu amor e fidelidade ao profeta Maomé.

O que acharam da atitude do garoto, deixem suas opiniões.

 

André Santos

Deixe a sua opinião!
VEJA TAMBÉM
Bono se compara a Jesus em discurso

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido