Joyce Meyer ensina que dançar, beber e fazer tatuagens não é pecado

“Tatuagem não é pecado. Santidade não é legalismo”, diz pastora Joyce Meyer durante conferencia

A pregadora e escritora Joyce Meyer, disse em uma conferência, que não é pecado fazer tatuagens, dançar e usar maquiagem, o que gerou opiniões conflitantes sobre o assunto.

Durante a conferência, ela explicou sua posição sobre o uso de tatuagens, usando passagens da Bíblia para apoiar seu argumento. Ela também admitiu que está pensando em fazer uma tatuagem para irritar aqueles que ela chama de “religiosos”.

A santidade não é legalismo“, disse Meyer, explicando que “religiosos” confundiram o conceito de santidade colocando muitas regras e regulamentos nas pessoas, mencionando alguns, como não beber, não dançar, usar maquiagem, entre outros, segundo Christian Post.

Meyer citou Isaías 44: 5 para defender o uso de tatuagens como uma marca permanente. As Escrituras dizem: “Este dirá: Eu sou do Senhor; e aquele se chamará do nome de Jacó; e aquele outro escreverá com a sua mão ao Senhor, e por sobrenome tomará o nome de Israel.”

Ela acrescentou que Deus também fez marcas em si mesmo, baseado em Isaías 49:16: “Eis que nas palmas das minhas mãos eu te gravei; os teus muros estão continuamente diante de mim.”

A Bíblia diz em Isaías 49 que Deus tem uma imagem tatuada na palma da mão”, disse. “Estou prestes a fazer uma tatuagem, acho que posso fazer isso para irritar os” religiosos “e empurrá-los para o abismo”, disse ela.

Meyer admitiu que, no início, o seu marido não compartilhava dessa explicação, mas chegaram à conclusão de que se tratava de uma postura religiosa derivada do legalismo.

“Eu vivi na escravidão por causa do legalismo, tudo no legalismo é sobre o que você não pode fazer, deixe-me dizer uma coisa: não é chato servir a Cristo, é muito divertido e há tantas coisas que você pode fazer e não apenas isso, você pode Aproveite tudo!”, disse Meyer.

“Não podemos olhar para fora de alguém e decidir por nós mesmos que ele é ruim, é por isso que muitas pessoas hoje não querem nada com a igreja, porque tudo o que recebem é crítica e julgamento”, concluiu.

Por outro lado, Will Honeycutt, professor da Liberty University, acredita que, embora “a Bíblia não proíba explicitamente as tatuagens”, os cristãos devem lembrar que “a Bíblia tem uma visão elevada do corpo como obra de Deus, que não deveria ser desfigurado “.

Menino clama a Deus e sobrevive ao ficar preso em rede de esgoto por 12 horas

Além disso, ele argumentou, não se deve tatuar por rebelião. “Nossa principal razão para qualquer coisa que façamos deveria ser glorificar a Deus”, disse ele. O que você acha?

Assista abaixo a palestra na íntegra (em inglês):

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido

Deixe sua opinião abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.