Masturbação: Pecado ou Necessidade?

Dá pra ser crente e se masturbar sem nenhum problema? Pastor masturbação é pecado? Pastor, a Bíblia possui algum texto que fala diretamente sobre masturbação? Como viver sem masturbação em um país que exalta a sensualidade?Estas e outras perguntas são quase que cotidianamente enviadas para a minha caixa postal eletrônica, e confesso que na maioria das descrições me sinto penalizado pela quantidade de jovens desinformados ou que recebem uma palavra de seus líderes que não os ajuda em nada.
Mas a verdade é que pra maioria das perguntas feitas acima, a resposta é: NÃO! A masturbação em si não é o grande problema, mas sim o ambiente mental que ela necessita pra ser executada. Ninguém se masturba pensando nas cataratas do Iguaçu ou no Mickey Mouse. Ele precisa criar uma fantasia sexual, um parâmetro que traga excitação, e isso se torna prejudicial na medida em que essa prática aumenta, pois exercitamos nossa mente para pensar sexualmente e excitar nossas idéias a respeito do sexo.
Muitas especialistas procuram explicar que a masturbação é até um alívio para o jovem moderno, em relação a quantidade de material pornográfico em que ele é exposto todos os dias pela tevê, revistas e principalmente a internet. Mas precisamos compreender que a força que nos leva à masturbação reside numa palavra que a Bíblia constantemente condena: A ”Luxúria”. O que vemos por ai é uma exaltação da luxúria, o endeusamento da sexualidade sem compromisso e do corpo perfeito para projetar desejos libidinosos em todo tipo de pessoas.
Sexo é uma benção de Deus, e Deus o reservou para ser praticado dentro das paredes do matrimônio. Lá, toda excitação e desejo é permitido, mas precisamos tomar muito cuidado quando procuramos outros meios de liberar esse desejo que não seja a vida sexual dentro do casamento.
Por isso, todo aquele que se masturba, direciona sua vida sexual para a solidão, suas fantasias e idéias não fazem parte de nenhum outro universo a não ser o de sua própria cabeça. Gerando frustração e sentimento de culpa a médio-longo prazo.
Creio que este é um tema que podemos discutir um pouco mais com os nossos jovens na igreja e elucidar suas dúvidas e dilemas, além de orar por eles um pouco mais nestas áreas. A masturbação pode parecer uma prática inofensiva, e até mesmo não estar diretamente citada na Bíblia, mas saiba ela nos levará a caminhos cada vez mais sinuosos, e com certeza a força que a manifesta nos exercita na imoralidade. A luxúria não nos permite experimentar a plenitude da santidade de Deus e a ação do Espírito em nossa vida. Neste aspecto, a masturbação pode nos levar em direção contrária a vontade de Deus, que é boa, perfeita e agradável.

Pr. Bruno dos Santos

Fonte: Guiame / Padom

Comente

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido