Um feroz incêndio destruiu as instalações da Sociedade Bíblica, mas surpreendentemente milhares e exemplares da Bíblia permaneceram intactas diante do fogo, fazendo com que isso fosse descrito como um verdadeiro “milagre”.

Mais de 50 mil Bíblias foram salvas no armazém da Sociedade Bíblica da Zâmbia, na cidade de Lusaka, embora o fogo tenha se espalhado no local, sem causar danos ás milhares de copias do livro sagrado dos cristãos.

O fogo durou mais de 24 horas, apesar dos esforços dos bombeiros e soldados das forças armadas para apagar as chamas, que haviam se espalhados em outros três prédios vizinhos.

O presidente do Conselho da Sociedade Bíblica da Zâmbia, o pastor Edwin Zulu, disse que o devastador incêndio não afetou o armazém onde as Bíblias se encontravam de forma segura.

“Lhes informo que as Bíblias não foram queimadas. Apenas uma pequena parte do telhado do armazém onde as Bíblias foram armazenadas foi afetado. Os documentos e os equipamentos do escritório também ficaram intactos, mas todo o edifício tem enormes rachaduras e não poderá ser mais utilizado”, disse Zulu aos repórteres.

Ele acrescentou que o fato de que não houve feridos e nem mortos e que as Bíblias se mantiveram intactas, é um milagre de Deus.

Zulu disse que também que as investigações ainda estão em curso para estabelecer o que causou o incêndio, que foi tão grande que suas colunas de fumaça foram vistas de lugres longínquos.


Portal Padom

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!

comentarioo