Na TV, Stefhany vai as lágrimas e diz que tinha certeza que seu ex-marido ia mata-la

Cantora gospel Stefhany, participa dos programas Hora do Faro e SuperPop, onde conta detalhes do seu conturbado casamento e divorcio com o empresário Roberto Cardoso e vai ao pranto. Assista!

A cantora evangélica, Stefhany, participou no último sábado, 23, do programa “Hora do Faro”, na Record TV, onde de maneira muito emocionada comentou sobre o fim de seu conturbado casamento.

Em entrevista exclusiva a Rodrigo Faro, Stefhany abriu o jogo e revela as polêmicas que envolvem o fim de seu casamento com Roberto Cardoso, homem 26 anos mais velho.

A cantora se emocionou ao contar detalhes do que aconteceu e falou sobre as acusações que recebeu do ex-marido.

Assista a participação de Stefhany no Rodrigo Faro na Record TV

Na segunda-feira, Stefhany, participou do programa “SuperPop”, na Rede TV, sob o comando de Luciana Gimenez, onde ela afirmou que seu Roberto Cardoso fez uma procuração para passar os bens dela para seu nome. “Ele pediu diante de toda a minha família, muito nervoso. Pegou no meu braço e começou a gritar, acelerou o carro, fiquei com muito medo e dei a procuração. Assinei, passei tudo para o nome dele”, continuou.

Embora estivesse vivendo em um casamento “abusivo”, ela tentou fazer sua parte no relacionamento. “Eu orei, dei carinho, tentei agradá-lo, me calei, fiz de tudo que você possa imaginar. Tive 10% de alegria e 90% de medo e de tormento. Ele era muito alterado, você vive com medo, não dorme. Eu tinha um respeito muito grane e lutei muito por nós dois”.

Stefhany contou ainda que chegou um momento que o relacionamento ficou insustentável. “Aconteceu uma discussão porque ele queria que eu postasse um vídeo dele no meu canal, falando mal de um político. Quando bati de frente e falei que não, que ia obedecer a Deus, pediu o divórcio, me humilhou muito, falou palavras muito fortes”, lembrou.

VEJA TAMBÉM
O que o Latino quer fazer já tem muitos pregadores fazendo, diz cantor

Luciana Gimenez ainda questionou se Stefhany achava que seria morta. “Você acha que ele ia te matar?”, perguntou. “Tinha certeza. Parti direto para Teresina, um pastor e uma missionária me receberam. Passei 15 dias na casa deles, ele foi lá”, contou. “Tudo o que fiz foi dentro da lei, ninguém rouba a si mesmo”, concluiu ela.

Assista na íntegra a participação de Stefhany no SuperPop da Rede Tv.

Deixe a sua opinião!

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido