O aspecto esquecido do casamento

Na grande controvérsia sobre o casamento, divórcio e novo casamento, tão frequentemente negligenciamos o fato de que o casamento é uma promessa solene – um compromisso de um homem e uma mulher entre si – feita diante de Deus, para toda a vida. Mesmo se não fosse governada pelos decretos especiais dados por Deus (que é), seria pecaminoso quebrar tal aliança.O conceito de honrar o compromisso é um princípio claramente ensinado em todas as Escrituras. Como um exemplo: “Ainda que uma aliança seja meramente humana, uma vez ratificada, ninguém a revoga ou lhe acrescenta alguma coisa” (Gálatas 3:15). Entretanto, o casamento é muito mais do que uma aliança meramente humana (Mateus 19:6).
Uma vez que o pecado de quebrar tal aliança é cometido, como a pessoa volta para um relacionamento apropriado com Deus? A pessoa, sendo cristão ou não, deve se arrepender do pecado. Isto significa que deve haver uma tristeza segundo Deus (2 Coríntios 7: 9-11) e todo esforço de eliminar todos e quaisquer efeitos negativos causados pelo próprio pecado.
Jesus indicou que mesmo nossas ofertas no altar são sem sentido se nosso irmão tem alguma coisa contra nós (Mateus 5:23-24). Nós devemos resolver estes problemas primeiro. Quanto mais devemos resolver os problemas com aquele com quem nos tornamos uma só carne (Gênesis 2:24).
A família é o bloco fundamental da nossa sociedade. A criação de vida nova é confiada por Deus a uma unidade familiar legítima e apenas a esta unidade. Isso é tão importante que Deus foi bem além das considerações dadas acima para nos fornecer a orientação adicional: Mateus 5:31-32; 19:3-9; 1 Coríntios 7; Hebreus 13:4; etc. Aqueles que pensam em casar-se devem dar a isto uma consideração mais séria.
O casamento é para a vida toda. Se você não puder aceitar este fato, cancele seus planos até que aceite. Aqueles que estão mantendo este compromisso agradecem a Deus pelo seu projeto excelente e reconhecem como são abençoados vivendo dentro da lei de Deus. Esposas, honrem seus maridos; maridos, amem suas esposas (Efésios 5:22-33).
Se você não está vivendo pela lei de Deus, reconheça qual destruição você está trazendo sobre você mesmo, sua familía, e a sociedade. Mais importante, pense sobre seu desrespeito para com Deus. “Não vos enganeis: de Deus não se zomba; pois aquilo que o homem semear, isso também ceifará” (Gálatas 6:7).

VEJA TAMBÉM
Vitória Contra o Pecado que Assedia

–por David B. Brown

Estudos da Bíblia / Portal Padom

Deixe a sua opinião!

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido