“O mundo vê nosso caráter como cristãos”, diz famosa atriz de Três é Demais

A atriz Candace Cameron Bure, foi entrevistada pelos estudantes da Liberty University, onde enfatizou da importância dos cristãos caminhar representando a Jesus Cristo aqui na terra.

A atriz Candace Cameron Bure, disse aos estudantes da Liberty University na semana passada que “caráter é o que o mundo vê em nós como cristãos. Podemos recitar todos os versículos bíblicos que quisermos, mas se eles não nos vêem caminhando, não estamos representando a Cristo “.

Bure foi a convidada em destaque em um dos dias de
Convocation (Convocação) da universidade. De acordo com a universidade, Convocation é o maior encontro semanal de estudantes cristãos da América do Norte, e a cada ano recebe mais de 80 palestrantes convidados de importância nacional de todas as esferas da sociedade.

Durante a entrevista de 40 minutos, realizada em frente a uma arena lotada do Vines Center no campus da universidade, Bure relembrou suas experiências na série “Full House” (Três é Demais) e em sua atual série da Netflix, “Fuller House”.

Bure, 42 anos, disse à platéia que embora ela tenha aceitado a Jesus Cristo como seu Salvador e foi batizada quando tinha 12 anos, ela realmente não tinha seu próprio relacionamento com Cristo até os 20 e poucos anos. “Full House” terminou e ela não estava mais trabalhando. Ela era casada e estava grávida do primeiro de seus três filhos.

Foi a época na minha vida que cresci imensamente no meu relacionamento com Jesus“, explicou ela. “Porque eu realmente precisava descobrir quem eu era e não ser apenas identificada como atriz tanto quanto eu amava isso”.

Foi quando eu comecei a abrir minha Bíblia. Comecei a pensar sobre coisas espirituais e minha caminhada mudou para sempre naquele momento“, continuou Bure.

A atriz também relembrou algumas de suas experiências de co-hospedagem em duas temporadas no programa “The View”, da ABC .

VEJA TAMBÉM
Silas Malafaia é destaque em telejornal carioca; Assista

Meu objetivo para esse show era ser gentil e respeitosa e representar verdadeiramente Cristo em meu discurso. Quando falo com as pessoas, quero ouvir e ter compaixão, ou empatia, ou ver onde você está em sua vida tão que eu posso entender o seu ponto de vista“, explicou Bure. “Eu não conheço ninguém que tenha mudado porque alguém gritou e gritou com eles.

Eu não ganho todas as batalhas, mas estou lutando (pelos meus valores). Eu sei o que é honrar a Deus“, acrescentou. “Cada pequena diferença, cada pequena luta faz diferença para Deus.”

Bure também falou sobre seus pensamentos sobre seu novo livro Kindness is the New Classy (A bondade é a nova classe).

Eu falo sobre a cultura de indignação em que vivemos. Podemos mudar isso para uma cultura de bondade? Poderíamos todos trabalhar nisso?” ela perguntou. “Em vez de sermos empoderadas mulheres que pensam que o mundo nos deve algo, nós nos tornamos mulheres poderosas. Impulsionadas pelo Espírito Santo e tratamos a todos com respeito. E amamos as pessoas concordando ou não com elas. Isso é o que a bondade”

Deixe a sua opinião!

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido