O que a Bíblia diz sobre beber? Beber cerveja, beber pinga, bebida alcoólica

O que a Bíblia diz sobre beber bebidas alcoólicas? O cristão pode ou não pode beber?

As bebidas alcoólicas existem há milênios na humanidade, com um debate constante sobre se é aceitável absorver quaisquer substâncias fermentadas.

Dentro do cristianismo, não há consenso sobre se é correto beber álcool. Enquanto alguns gostam da prática, outros costumam se abster.

Quando se trata do sacramento da comunhão, algumas igrejas optaram por substituir o vinho real pelo suco de uva, em grande parte para atrair aqueles que podem ser prejudicados por consumir até mesmo a menor quantidade de álcool.

Mas o que a Bíblia tem a dizer sobre o consumo de álcool? Tanto o Antigo como o Novo Testamento falam da prática, dando-lhe opiniões mistas.

Aqui estão alguns dos versos sobre o álcool no Antigo Testamento:

“Você e seus filhos não devem beber vinho ou outras bebidas fermentadas sempre que você for à tenda de reunião, ou você morrerá. Esta é uma ordenança duradoura para as gerações vindouras.”Levítico 10: 9

“O vinho é escarnecedor, a bebida forte alvoroçadora; e todo aquele que neles errar nunca será sábio.”   – Provérbios 20: 1

“Ai daqueles que se levantam cedo para correr atrás de suas bebidas, que ficam acordados até tarde da noite, até ficarem inflamados de vinho.” – Isaías 5:11

Aqui estão alguns dos versos sobre o álcool no Novo Testamento:

“Tenha cuidado, ou seu coração será sobrecarregado com embriaguez, embriaguez e as ansiedades da vida, e esse dia se fechará sobre você de repente como uma armadilha.”Lucas 21:34

“Não fique bêbado com vinho, o que leva à devassidão. Em vez disso, seja cheio do Espírito.”Efésios 5:18

Não bebas mais água só, mas usa de um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes enfermidades.”  – 1 Timóteo 5:23

VEJA TAMBÉM
Uma Realidade Irreal

Patrick Nelson, presidente do Dartht Theological Seminary, disse ao The Christian Post que, embora “a Bíblia não proíba expressamente o consumo de álcool”, ela “nos proíbe de nos embebedar do consumo de álcool”.

“Jesus transformou água em vinho ( João 2: 1-11 ), então é seguro assumir que ele provavelmente consumiu o vinho, o que era um costume em seus dias. No entanto, ele também foi muito inflexível sobre os cristãos não cederem à embriaguez“, explicou Nelson. .

“Embriaguez e vício são pecados aos olhos do Senhor e seus efeitos podem ser devastadores não apenas para a pessoa, mas também para aqueles que a rodeiam”.

Um porta-voz da Igreja Cristã Reformada na América do Norte direciona para uma página na Internet, listando sua posição oficial sobre o consumo alcoólico.

As Escrituras ensinam que bebidas contendo álcool podem ser uma bênção ou uma fonte de maldade. Aqueles que bebem álcool devem considerar seus efeitos sobre si mesmos e sobre os outros“, explicou a Igreja.“A abstinência do álcool pode ser uma resposta moral apropriada em situações particulares, mas não é exigida pelas Escrituras e, portanto, não deve ser exigida pela igreja”.

Deixe a sua opinião!

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido