O que devemos aprender sobre Israel

Israel, um país que enfrentou diversas crises, e rapidamente superou as expectativa, hoje goza de ser um dos maiores países do mundo, saiba tudo o que é importante sobre essa nação.

248

Israel está comemorando seus 70 anos, e neste artigo estamos trazendo algumas informações importantes e históricas sobre esse importante nação. Tudo o que nos estimula a aprender com esta nação, que no início dos anos 80, esteve mergulhado em um colapso econômico total.

Sobre Israel, dados publicados pelo site marthadebayle

Capital: Jerusalém
Idiomas: hebraico e árabe
Gentilicio: israelense

  1. É um país de pouco mais de 8 milhões de habitantes
  2. O Estado de Israel comemora seu 70º aniversário
  3. Sua declaração de independência foi em 14 de maio de 1948.
  4. A declaração de independência de Israel realizou um sonho de gerações.
  5. Israel no início dos anos 80 não teve muito a ver com o atual. Naquela época, o país enfrentava uma grave crise financeira com hiperinflação de mais de 400%.
  6. As Administrações atingiram um nível total de gastos de mais de 70% do PIB.
  7. Décadas de medidas socialistas levou o país a um ponto de colapso socioeconômico total e absoluta.
  8. Surpreendentemente, Israel deu volta sobre esta situação relativamente rápida
  9. O Estado de Israel é o país com o segundo maior crescimento econômico entre os 34 países da OCDE
  10. Israel é o país que mais ajuda humanitária proporciona para outras nações em situações difíceis, através de várias campanhas para fornecer cuidados médicos e psicológicos para as crianças que são feridas em resultado das guerras de outros países e apoio econômico em espécies outras nações em situações de desastres naturais.
  11. O único país que reviveu uma língua morta e a converteu em sua língua nacional
  12. É o 11º país mais feliz do mundo

 Israel superou a escassez graças a:

  1. O desenvolvimento da ciência e tecnologia e com o capital disponível
  2. O espírito empreendedor e inovador de seu povo.
  3. A criatividade aplicada às questões de segurança “serviu para cimentar a indústria civil; o exército colaborou e se tornou uma incubadora tecnológica que permitiu que muitos jovens trabalhassem com equipamentos sofisticados e ganhassem experiência “
  4. Dos avanços tecnológicos e científicos na era moderna, um número significativo vem de inventores e cientistas judaicos e israelenses.
  5. Contribuiu onze “dos vencedores do Prêmio Nobel”
  6. O país produz a maioria de seus alimentos e também os exporta.
  7. Produtores agrícolas tornaram-se pioneiros da biotecnologia, irrigação por gotejamento, solarização do solo e uso de água tratada.
  8. Tem contribuído para a revolução biotecnológica.
  9. Desenvolveu uma infraestrutura sólida para pesquisa médica e paramédica
  10. É a quarta potência mundial em patentes de biotecnologia
  11. Israel é líder mundial em tecnologia e produção de aeronaves sem piloto.
  12. Israel tem o recorde de ONGs por capital no mundo.
  13. Israel gera mais empresas start-up do que Japão, Coréia, Índia, Canadá e Inglaterra, e traz mais securitizações para a Nasdaq do que a Coréia, Japão, Cingapura, China, Índia e toda a Europa juntas.
VEJA TAMBÉM  Para demonstrar força, Estado Islâmico mata 128 cristãos

 Educação em Israel

  1. Cinco de suas nove universidades estão entre as melhores do mundo
  2. Os estudantes entram na universidade aos 22 anos, em comparação com os 18 anos do resto dos países. Nos três anos que passam no serviço militar e mais um ano que a maioria dos jovens leva para viajar pelo mundo.
  3. Assim, ao entrar na universidade, os alunos têm uma ideia mais clara do que querem fazer.
  4. O espírito empreendedor começa a ser promovido na universidade.
  5. Os jovens têm acesso aos fundos de investimento, aceleradores e incentivos governamentais para desenvolver suas ideias na universidade.
  6. A aceleradora Siftech, por exemplo, tem um fundo de investimento administrado por estudantes e para estudantes.
  7. Os melhores alunos selecionam os projetos de outros estudantes para investir capital semente.

O exército israelense

  1. O serviço militar é obrigatório para todos os jovens, homens e mulheres.
  2. Em face das constantes ameaças de guerra, os jovens israelitas desenvolvem uma capacidade adaptativa que lhes permite responder de forma eficaz para enfrentar qualquer cenário.
  3. No exercito são formado líderes treinados em resultados e resolução de problemas
  4. Tem um código que é chamado, a pureza da arma, isto é, usando a arma SOMENTE para a defesa e não para o ataque.
  5. Para tentar a qualquer custo, não para ser guerrilheiros, que em conflitos que existem, nunca há pessoas inocentes afetadas.
  6. Eles têm muita restrição no uso da força
  7. Respeita muitíssimo a dignidade e a vida humana
  8. Um de seus maiores princípios é serem morais.

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido

Comentários