Um oficial norte-coreano entregou sua vida a Jesus Cristo em seu leito de morte, depois de confessar que a muito tempo espionou a vida de um cristão, fazendo com que ele se interessasse em conhecer a Jesus.

A história foi contada por Mim Sang, uma mulher cristã, que pode escapar da perseguição na Coreia do Norte, e contar como o governo comunista restringe o cristianismo e castiga severamente os que abraçam a fé em Jesus.

O cristianismo é um crime na Coreia do Norte, por isso os cristãos mantém sua fé em segredo é escondem suas Bíblias para não serem descobertos. Inclusive Kim, não sabia que seu pai era cristão até que um dia encontrou um exemplar da Bíblia em sua casa. Ela ficou mais surpresa quando soube que a vida de seu pai foi usada por Deus para a salvação de um oficial norte-coreano.

O dia em que Kim encontrou a Bíblia no armário, ficou surpresa e pensou em informar as autoridades. A confusão de não saber o site fazer, foi porque na Coreia do Norte, os cristãos são condenados a trabalhar nos campos de trabalhos forçados ou simplesmente assassinados pelo simples fato de ter uma cópia do livro cristão.

Finalmente, Kim perguntou a seu pai sobre o livro proibido que guardava no armário. “Ele ficou surpreso, sentou ao meu lado e me disse: ‘Está vendo essas árvores? Você sabe quem a fez?’. Eu respondi que não sabia e ele me explicou toda história da criação, inclusive como Deus criou Adão e Eva.”

Depois disso, a mãe de Kim começou ensiná-la a memorizar os versículos bíblicos. Seu pai explicou o Evangelho e o plano de salvação completo, e seu avô lhe ensinou a orar.

O pai de Kim se reunia com outras pessoas em um lugar secreto, onde todos oravam juntos e estavam a Bíblia.

“Um dia, meu pai foi ver um homem que estava morrendo”, recordou Kim. “Está homem confessou a meu pai que sabia tudo sobre sua vida.”.

“Un día, mi padre fue a ver a un hombre que estaba muriendo”, recordó Kim. “Este hombre le confesó a mi padre que sabía toda su vida”.

– “Eu sei tudo sobre você, sua família e sua fé. Eu era um espião e segui os seus movimentos por um longo tempo”, disse o oficial.

O pai de Kim ficou surpreso com essa revelação, mas também teve curiosidade em saber porque o homem decidiu dizer isso em seu leito de morte e porque pediu para que ele o visitasse.

Então o oficial continuou sua declaração explicando que foi tocado pelo seu testemunho de vida cristã, que ele espiava durante tanto tempo e que agora também queria entregar sua vida a Jesus.

Você é um bom homem “disse ele.” Eu nunca disse a ninguém de sua fé. Diga-me como eu também posso ser um cristão “disse o oficial em seu leito de morte.” Em seus últimos momentos de vida, o homem se arrependeu de seus pecados e deu a sua vida a Jesus.

Portal Padom

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!

comentarioo