O que Deus uniu, o Papa e os pastores Ferreiras pode separar, uma alusão ao divórcio amplamente defendido pelas autoridades eclesiásticas nos últimos dias.

papa-franciscoQuem diria heim, uma das mais tradicionais igrejas evangélicas do Brasil, a Assembléia de Deus Ministério Madureira, comandada pelo Bispo Manuel Ferreira e seus filhos, agora imitam abertamente as posturas da Igreja Católica.

Não distante de hoje, precisamente na década passada o divórcio era amplamente criticado e não aceito por ambas as igrejas, porém o que se percebe é que tanto o sumo pontífice quanto os pastores da AD Madureira, estão dispostos a seguir o mesmo caminho de mãos dadas.

O Vaticano apresentou dois documentos papais que defendem a anulação do matrimônio em um processo mais breve, a reforma canônica no código dos cânones da Igreja Católica, o papa Francisco defende a reforma  para que a igreja possa se aproximar de fiéis que se afastam por causa das estruturas jurídicas da igreja.

As reformas são respostas de uma comissão em que Francisco criou ano passado para estudar o tema e coloca em pratica na igreja católica instruindo aos bispos que respeitem e agilizem o processo da anulação matrimonial em processos decididos por apenas um bispo e sem burocracia e também despesas financeiras aos interessados.

Bem, podemos ver que tanto a Igreja Católica quanto a AD Madureira, caminham juntinhos e na mesma linha teológica, defendem o divórcio em seus documentos doutrinários. Quem diria heim, Papa e Ferreiras de mãos dadas rumo a um caminho que a bíblia condena veementemente.

Resta nos esperar para ver onde esse caminho os levara, mais muitos que não concordam, estão pulando do barco e criticando amplamente a decisões dos líderes, tanto do Papa quanto dos Ferreiras, deixem suas opiniões!

André Santos

Portal Padom

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!