Papa Francisco adverte contra cartas de tarô e leituras das mãos

Papa Francisco afirma que as cartas de tarô e a leituras das mãos são ídolos modernos que são abomináveis por Deus.

As cartas de tarô e leituras das mãos são idólatras, de acordo com o Papa Francisco, e devem ser evitadas junto com outros ‘ídolos’ modernos.

O papa estava falando em sua audiência semanal, depois de um mês de férias de verão. Ele perguntou aos seus ouvintes: ‘Quantos de vocês vão orar com cartas de tarô para ver o seu futuro? Quantos de vocês vão ler suas mãos para ver seu futuro, em vez de orar a Deus?

Ele disse: ‘Deus está vivo, o resto [destes] são ídolos, e eles não são úteis.

Francisco estava expondo o primeiro mandamento: “Não terás outros deuses diante de mim”.

Ele apontou para a origem grega da palavra “ídolo”, que significa “ver”. A adoração de ídolos, disse ele, era “uma visão que se torna uma fixação, uma obsessão”.

Ele alertou contra o poder da propaganda, dizendo que transforma um carro ou um smartphone em “uma maneira de responder às minhas necessidades existenciais” para ser feliz.

Ele continuou: “Nos tempos antigos, sacrifícios humanos eram feitos a ídolos, mas até hoje as pessoas sacrificam seus filhos por suas carreiras, negligenciando-os ou simplesmente recusando em tê-los“.

Os ídolos, diz ele, exigem sangue. O dinheiro nos rouba a vida e o prazer leva à solidão. Estruturas econômicas sacrificam vidas humanas por melhores lucros. Vive-se a hipocrisia, fazendo e dizendo o que os outros esperam de nós, porque o deus da auto-afirmação o impõe. E vidas estão arruinadas; famílias são destruídas; e os jovens são abandonados a hábitos destrutivos, tudo para aumentar o lucro. ‘

Deus, concluiu ele, “nunca requer vida, mas dá. O verdadeiro Deus não oferece uma projeção do nosso sucesso, mas nos ensina a amar.”

Comente

VEJA TAMBÉM
Europa perde o interesse pelo cristianismo

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido