Pastor alerta a igreja por perder a paixão pelo Evangelho: ‘É hora de mudança’

Pastor alerta que a Igreja está mais preocupada com bons oradores, boa musica e luzes, mas que precisam se arrepender dos pecados e buscar a Deus com mais sinceridade.

O evangelista Francis Chan convocou a igreja americana durante um sermão na Azusa Pacific University no final de agosto. Embora tenha dito a igreja americana, suas palavras servem para os cristãos e igrejas do Brasil, que de igual modo tem vivido como essas igrejas.

Chan exortou os crentes a lerem o livro do Apocalipse. Ele disse que muitos cristãos são enganados sobre como será o retorno de Jesus.

“João vê Jesus, o Jesus ressuscitado, você sabe e todos nós pensamos: ‘Oh, se eu pudesse ver Jesus agora, eu o abraçaria’. Não, João, o Discípulo Amado, desmaia quando ele o vê em seu estado glorificado“, disse Chan.

Jesus então diz a João para entregar palavras duras a sete igrejas diferentes em Apocalipse 2-3.

“Eu nunca percebi que cinco das sete igrejas que ele foi, ‘é melhor você se arrepender ou então“, explicou Chan. “Eu nunca vi o quão sério as cartas eram para as igrejas … Aqui está este Deus Todo-Poderoso no capítulo um e ele dá essas cartas para João e ele diz ‘diga às igrejas isto’.”

“É um pai amoroso nos agarrando, seus filhos, indo ‘Ouça, isso é real. Isso é realidade. Isso vai acontecer. Eu vou destruir o mundo e todas as pequenas coisas que você acha que são tão importantes e tão grandes agora, você não vai ver nada comparado ao fim. Leve a sério comigo. Leve  a sério a respeito de Mim. ” insistiu.

Chan acredita que a igreja dos tempos atual não é diferente das igrejas em Apocalipse e precisa se arrepender.

Nós nos concentramos mais em bons oradores, shows de luzes e boa música de adoração do que no ‘ministério sincero ao coração de Deus’. Enquanto isso, outros cristãos estão morrendo todos os dias porque é um crime professar fé em Cristo.

VEJA TAMBÉM
Universal terá que indenizar compositor por relacionar música cantada por Xuxa ao demônio

Chan, em comparação a igreja americana e a igreja nos países perseguidos, diz que “Como Deus vê que quando ele olha para a América e diz: ‘Uau, todo mundo vai para (igreja) porque Hillsong vai estar lá, Tim Keller vai estar lá?’” em contrapartida quando Deus olha para a igreja nos países onde a perseguição, Deus vê um povo que deseja chegar em Sua presença e ter comunhão com Ele.

“ Então Ele olha para o outro lado do mundo   (onde a igreja é perseguida) e ele diz: ‘Oh, nós realmente estamos indo para chegar na presença de Deus e orar ou apenas ter comunhão’”, disse Chan.

Chan desafiou os cristãos a lerem Apocalipse com novos olhos.

“Leia através do Apocalipse hoje e faça algo. Descubra. Arrependa-se como se fosse um sério aviso … um aviso sério. Leia o livro do Apocalipse. Temos uma oportunidade neste momento da história. Estou tão entusiasmado mas é hora de mudar a igreja“, disse ele. “Isso é real. Vamos vê-lo.”

 

 

Igreja é ridícula por perder a paixão pelo Evangelho

Em uma ministração no mês de abril, Francis Chan, chamou a igreja na America de ‘ridícula’, por estar mais preocupada com oradores, música, horários de cultos convenientes do que com o próprio Evangelho.

Ele compartilhou que ele havia feito uma viagem em Israel e como ele viu tantas pessoas de diferentes religiões fervorosamente adorando em Jerusalém.

“Você tem multidões de pessoas no Muro das Lamentações orando por causa do que elas acreditam. Você tem muçulmanos, milhares de pessoas no Monte do Templo orando. Você tem pessoas de todos os tipos de religiões diferentes que vão atrás daquilo para o que Eles acreditam. E então você tem o cristianismo na América, onde as pessoas aparecem dependendo do orador, dependendo da banda, e aparecem por talvez uma hora por semana, sendo isso suficiente bom para elas… Você já tentou ver como a igreja parece da perspectiva de um estranho?”, disse ele.

VEJA TAMBÉM
Haiti, Deus está por todo o lado e o vudu de Alexi também

Ele admitiu que também era culpado de ser apanhado nas distrações que vêm com grandes conferências da igreja, grupos de louvor populares e oradores carismáticos.

“É embaraçoso e olho para trás e digo ‘Deus, sinto muito'”, disse ele.

Apesar das palavras duras, Chan ainda tem esperança.

“Você sabe o que, nós podemos mudar … Temos que dar a Deus a glória que ele merece e temos que estar dispostos a sofrer o que precisamos sofrer para nos afastarmos do nosso pecado, para confessar Jesus como Senhor e Salvador, porque acreditamos no que os discípulos fizeram – que Jesus ressuscitou dos mortos “, ele insistiu.

“Nós vamos nos tornar pessoas que não apenas amam quando uma pessoa prega de uma maneira que eles gostam, nós devemos ser pessoas do Livro”, disse Chan, com a Bíblia na mão.

Deixe a sua opinião!

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido