Três mulheres compareceram no tribunal em Zimbábue após estuprar um homem que foi em sua casa exigindo dinheiro que elas deviam, segundo o site Chronicle. O promotor Petros Shoko disse a vítima, cujo nome não foi divulgado, é um pastor em uma igreja no bairro de Cowdray Park da cidade zimbabweana de Bulawayo.

As três mulheres, Sandra Ncube, de 21 anos, Riamuhetsi Mlauzi, de 23, e Mongiwe Mpofu, de 25, foram acusadas de agressão sexual agravada.

De acordo com o promotor, a vítima foi até a residência das mulheres, já que uma delas devia para ele. Já dentro da casa, o pastor foi agarrado na cintura por uma das mulheres e outra abaixou suas calças.

“Por à prova sua fidelidade”

No entanto as acusadas negaram ter estuprado o pastor, mas admitiram o atentado ao pudor. Ncube, explicou: “Nós estávamos apenas brincando, não pensei que ele levaria isso a sério”.

Já Mlauzi admitiu que queria “testar” o pastor que, segundo ela tinha o hábito de espiar quando elas estavam tomando banho.”Ele sempre espia quando estou tomando banho e afirma ser impossível ele fazer isso por ser um homem de Deus. Eu só queria ver se ele ficava excitado ou não”.

O religioso foi levado para o Hospital Central de Mpilo, para exame médico. As acusada foram colocadas em prisão preventiva até dia 07 de agosto, quando serão julgadas.

Portal Padom

Deixe seu comentário!