Pastor é morto pelo próprio filho; viúva diz que tiro não foi intencional

A esposa do pastor estava na cozinha, quando ouviu o tiro que atingiu o seu marido. No momento, pai e filho estavam brigando na sala de casa.

Pastor Cecilio e sua esposa

O pastor Cecilio “Roman” Ortiz, 52 anos, morreu na manhã do último domingo, 6, depois que seu filho alvejou com um tiro durante uma briga na casa da família.

O filho de Ortiz, Malachi, 23 anos está preso, acusado de assassinato em segundo grau em Pueblo, Colorado, nos EUA. Mas sua mãe, Roseen Ortiz, diz que o filho não teve a intenção de matar o marido. Ela diz que seu filho estava embriagado no momento da briga.

Eu estava na cozinha quando ouvi um tiro, e quando entrei na sala, eles estavam brigando com a arma de fogo“, diz ela, de acordo com a Fox4Now .

Ela diz que conseguiu tirar a arma dos dois homens, mas seu marido desmaiou. Ela tentou ligar para o 911 cinco vezes, diz ela, mas eles não responderam. Quando os paramédicos finalmente chegaram, ela diz que seu marido ainda estava respirando e lutando por sua vida.

Meu filho, eu conversei com ele”, diz ela. “Ele não sabia o que aconteceu até que ficou sóbrio e a polícia lhe contou do que eles estavam o acusando, e ele está passando por um momento muito difícil”.

Além de pastor da Igreja de Lord’s Vineyard Fellowship, Ortiz também era barbeiro do Roman’s Barber and Salon, relata a KKTV .

A igreja realizou um serviço memorial para o amado pastor na segunda-feira.

Ele era amado por muitos. Muitos“, diz Roseen sobre seu falecido marido. “… Vai ser muito difícil sem ele. Ele era um homem que mimava todos nós. Quero dizer, se você acordasse às 2 horas da manhã e queria um sorvete, ele pulava e corria até o Loaf ‘N Jug e pegava um sorvete para você. Era quem ele era.

VEJA TAMBÉM
John Piper identifica 'um tipo de pecado' que os crentes devem se arrepender imediatamente

A mãe conta, que ela não sabe o motivo pela qual eles estavam brigando pela posse da arma de fogo, e que o jovem adorava o seu pai e que após o ocorrido ele quis perdir perdão para suas irmãs, sobrinhas e sobrinhos, a toda família e a igreja.

Os detetives continuam investigando o que aconteceu nos momentos que antecederam o tiroteio. O jovem Ortiz atualmente enfrenta acusações de assassinato em segundo grau e está sendo mantido no Centro de Detenção de Pueblo County sem fiança.

Por favor, ore pela família Ortiz e sua igreja neste momento.

Comente

Participe de nosso grupo no WhatsApp e receba nossas novidades.

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido