Na noite da última sexta-feira, 7, o pastor evangélico Moisés Rosendo da Silva, foi assassinado na porta do templo de uma igreja evangélica, no pequeno município de Escada, no Pernambuco.

Segundo informações, o religioso de 45 anos de idade, após ministrar no culto evangélico, foi chamado por um homem que ao recebê-lo disparou alguns tiros contra ele o levando a óbito.

Após os disparos e verificar que o pastor estava realmente morto, o assassino fugiu rapidamente do local e até o momento não foi encontrado pela polícia.

Antes de se tornar pastor evangélico, Moisés era conhecido como “Caveirinha” e era considerado um dos maiores criminosos do Estado de Pernambuco. Caveirinha já foi preso por roubo seguido de morte e cumpriu vários anos de prisão em regime fechado.

Quando cumpria pena na Penitenciária Professor Barreto Campelo, na Ilha de Itamaracá, ele foi acusado de liderar uma rebelião que foi notícia nas páginas dos principais jornais policiais do estado.

No entanto, após sua conversão Moisés Rosedo, vivia a vida pregando nas igrejas evangélicas na região metropolitana do Recife e interior do estado, testemunhando o que Deus fez em sua vida.

O pastor mantinha uma página no Facebook, onde mantinha contato com fiéis e fazia questão de mostrar o seu passo de “ex-bandido mais perigoso do estado de Pernambuco” e como ele foi transformado por Deus.

Portal Padom

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!