Ao longo dos anos, a igreja mudou a sua forma de adoração nos cultos, substituindo hinos por novas canções de artistas cristãos, que em sua maioria interpretam canções sem conteúdo bíblico.

Diante desta realidade, o pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança, afirmou que é necessário olhar as raízes da música cristã para encontrar inspiração na adoração.

O religioso recomenda os cristãos avaliar rigorosamente as letras das músicas gravadas pelos cantores gospel, porque atualmente a maioria dessas canções não acrescentam em nada à nossa vida espiritual, por isso existe a necessidade de que os hinos tradicionais voltem aos cultos.

” vivemos dias complicados e que boa parte dos encontros evangélicos são desprovidos de boa pregação, e claro, boa música. Na verdade, ouso dizer que a maioria das canções entoadas em nossas reuniões, além de superficiais, são pobres melodicamente, como também sem profundidade teológica.“, escreveu o pastor Renato Vargens.

Renato, também se preocupou em deixar claro de que sua opinião não se trata de nostalgia: “Antes de qualquer coisa, permita-me esclarecer que não sou contra as novas canções. Muito pelo contrário, reconheço que muitas delas glorificam a Deus, e que em virtude disso devem ser entoadas em nossos cultos públicos.

Com sua opinião, o religioso resolveu postar ‘cinco razões fundamentais’ em que ele acredita que devem resgatar os velhos hinos entoando-os juntamente com novas canções em seus cultos e reuniões:

1- Os velhos hinos possuem letras ricas, cujo conteúdo exalta o Deus Trino.

2- Os velhos hinos não são antropocêntricos, antes pelo contrário focam em Cristo e sua maravilhosa obra na cruz.

3- Os velhos hinos tratam das doutrinas fundamentais como salvação pela graça mediante a fé em Cristo Jesus, justificação, remissão de pecados, volta de Cristo e muito mais.

4- Os velhos hinos funcionam como um tipo de vacina que nos ajuda a combater as heresias do nosso tempo, o pragmatismo e os erros doutrinários disseminado por falsos mestres.

5- Os velhos hinos nos levam a um entendimento que o culto não é pra glória de homens e sim para a glória de Deus,

Portal Padom

COMPARTILHE