Por que você não pode separar a grande comissão do poder do Pentecostes

Estamos fazendo a diferença? Como o Corpo de Cristo, somos um canal através do qual o Espírito Santo pode fluir e trazer a cura para um mundo em necessidade desesperada de redenção. Somos chamados a viver o evangelho, compartilhar o evangelho e lutar pela fé cristã.

Importa que estamos aqui? Estamos fazendo a diferença? Essas são perguntas que fiz recentemente aos membros do Conselho Geral da Igreja de Deus – um movimento enraizado no poder do Pentecostes, onde tenho a honra de servir como superintendente geral.

Pense por um momento. Como você responderia a essas perguntas?

O mundo em que vivemos está quebrado. Um profundo sentimento de desespero prende as pessoas de todas as nações. Incontáveis ??questões estão gritando para serem resolvidas: pobreza, terrorismo, racismo, imigração, violência escolar, abuso de substâncias, aborto, exploração sexual, tráfico de pessoas, a desintegração da família. Eu poderia continuar e continuar. No entanto, embora essas questões sejam de grande importância, acredito que a maior questão no mundo hoje é uma igreja morna – uma igreja que é apática e incapaz de efetivamente fazer a diferença no mundo.

Muitos do povo de Deus são seduzidos pela idéia de que, se “consertarmos” isto ou aquilo, tudo ficará bem. No entanto, não funciona assim. Embora certamente devamos ajudar a trazer soluções práticas para os problemas que afligem a humanidade, nossa principal vocação como igreja é proclamar o evangelho em sua forma mais pura. Nós só podemos ser eficazes neste mundo se nos comprometermos com a missão de Jesus – viver e falar a verdade em amor através da sabedoria e poder do Seu Espírito Santo.

Como o Corpo de Cristo, somos um canal através do qual o Espírito Santo pode fluir e trazer a cura para um mundo em necessidade desesperada de redenção. Somos chamados a viver o evangelho, compartilhar o evangelho e lutar pela fé cristã.

Por favor, ouça meu coração. Somos uma igreja pentecostal, e o Pentecostes não deve ser visto à parte da Grande Comissão, nem da Grande Comissão à parte do Pentecostes. Eles estão inseparavelmente entrelaçados.

VEJA TAMBÉM
Perderemos a Nossa Taça (Também)?

Nós não fomos cheios do Espírito Santo para o nosso prazer, mas para o nosso emprego. Isto é, não estamos cheios do Espírito para que possamos cantar mais alto, sentir mais arrepios ou se envolver em uma adoração mais vigorosa. Nós fomos cheios do Espírito Santo para cumprir efetivamente o mandato de Cristo em Atos 1.8a: “Mas você receberá poder quando o Espírito Santo vier sobre você. E você será minhas testemunhas.”

Deus não está procurando melhores métodos para alcançar pessoas. Ele está procurando por homens e mulheres, jovens e idosos, casados ??e solteiros, que se apoiarão inteiramente em Seu Espírito momento a momento para que as oportunidades, a sabedoria, as palavras e a unção sejam Suas testemunhas – ser Jesus para o ferido e para o com o coração partido.

Agora mais do que nunca, as pessoas feridas precisam da verdade testada pelo tempo do evangelho apresentada praticamente no poder do Espírito Santo. Nunca devemos esquecer, fazendo a diferença “Não por força nem por violência, mas pelo meu Espírito” (Zc 4: 6b).

Nesta hora, acredito que a igreja precisa de uma recalibração do coração e da mente. Precisamos reconhecer e reafirmar a total dependência do Espírito Santo. O próprio Jesus disse: “Sem Mim nada podeis fazer” (João 15: 5b) e “É o Espírito que dá a vida. A carne nada aproveita” (João 6: 63a).

Como podemos alcançar pessoas em todas as nações? Confiando na unção do Espírito Santo. Como você pode alcançar a pessoa no cubículo ao lado de você no trabalho, o aluno no banco atrás de você na escola ou a família quebrada morando na casa ao lado? A resposta é a mesma: confiando na unção do Espírito Santo.

VEJA TAMBÉM
1, 2, 3... Muitos!

Claro, continuemos a procurar e encontrar grupos de povos não alcançados, interceder em oração, investir na plantação de igrejas e nos relacionar com outros que estão efetivamente avançando o reino de Deus. Mas acima de tudo, voltemos à simplicidade do evangelho – compartilhar as Boas Novas de Jesus no poder do Seu Espírito. É hora de recuperar a voz e proclamar que “onde está o Espírito do Senhor, há liberdade” (2 Co 3: 17b).

Amigo, tome tempo para mergulhar em Seu Espírito e em Sua Palavra, continuamente convidando-O a todos os momentos, tarefas, encontros e conversas. Junte-se a mim em oração, Senhor, perdoe-nos por tentar fazer as coisas com nossas próprias forças. Nós precisamos de você e convidamos você para direcionar e capacitar cada passo nosso. Mostre-nos o que fazer e como fazer.

Manifeste o Seu Espírito através de nós com relevância e poder renovados nestes últimos dias. Nós oramos isto em nome de Jesus! {eoa}

por: Tim Hill é superintendente geral da Igreja de Deus, Cleveland, Tennessee
traduzido e adaptado por: Pb. Thiago Dearo

Deixe a sua opinião!

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido