Teóloga coloca em dúvida que Jesus foi crucificado na cruz

A crucificação de Jesus é um dos principais temas na narrativa bíblica, e o próprio crucifixo é um dos mais conhecidos símbolos da religião cristã.

No entanto, Meredith Warren, professora de estudos bíblicos e religiosos na Universidade de Sheffield, Reino Unido, observa que não temos informações precisas sobre a execução de Jesus Cristo. Se Ele foi realmente pregado ou amarrado em uma cruz, ou trata-se de um mito muito difundido e aceito pelos crentes?

Em seu artigo publicado no site The Conversation, Warren explica que alguns Evangelhos como por exemplo, o evangelho apócrifo de Tomé, não menciona a crucificação, mas concentra-se nas palavras do Messias. Além disso, várias imagens de crucificações desenvolvidas nos primeiros séculos após a morte de Cristo não parecem dar a entender que foi crucificado.

Por exemplo, o jóia de Constance, uma pedra preciosa que é gravada com a imagem de Jesus e os doze apóstolos. Nesta peça do século III ou IV d.C. que pertence a coleção do Museu Britânico, se vê que Jesus tem as mãos inclinada para baixo, como se ele tivesse sido amarrado à cruz por seus pulsos.

Onde se descreve a morte na cruz é nos Evangelhos canônicos de Marcos, Mateus, Lucas e João, sem especificar se Jesus foi pregado ou amarrado. No entanto, o Evangelho de João, conhecido como o Quarto Evangelho ‘, menciona que Cristo tinha feridas em suas mãos.

Longo dos últimos anos várias pessoas relataram ter encontrado os pregos com que Jesus foi crucificado. E cada vez os cientistas e arqueólogos tem desmentido estas declarações, por não existir quaisquer provas que corroborem.

VEJA TAMBÉM
Mil vezes Jesus - Isac Sá

E, depois de o haverem escarnecido, tiraram-lhe a capa, vestiram-lhe as suas vestes e o levaram para ser crucificado.Mateus 27:31

Portal Padom

Deixe a sua opinião!

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido