Imagine isto: você tem uma filha adolescente que é brutalmente estuprada por um jovem. Depois que ela diz para você o que acontece, ele a mata.

Entre 5 e 13 de maio, três meninas indianas foram estupradas e queimadas vivas.

A primeira vítima foi sequestrada por um grupo de homens em Jharkhand enquanto seus pais estavam em um casamento. Seus pais relataram o que aconteceu ao conselho da aldeia, que fez o acusado fazer 100 abdominais e pagar uma multa de US $ 700 à família. Em retribuição, o acusado espancou sua família e queimou a menina até a morte.

Anteriormente, em Jharkhand, uma garota de 17 anos foi estuprada depois de rejeitar uma proposta. O homem estava tão bravo que ele a estuprou e a queimou viva. Ela agora está em estado crítico em um hospital, explica o The Washington Post.

Uma vítima em Madya Pradesh, foi estuprada, depois que ameaçou denunciar  a seus pais, seu estuprador a incendiou.

Um correspondente de campo da BBC, Soutik Biswas, explicou que não há sinais de que a cultura de estupro terminará logo na Índia.

“O estupro é cada vez mais usado como um instrumento para afirmar o poder e intimidar os sem poder na Índia”, escreveu ele.

No entanto, nos últimos anos, começando com um estupro de uma estudante em Dehli em um ônibus em 2012, tanto homens como mulheres ficaram cada vez mais indignados com o número de violência contra as mulheres em toda a Índia.

“A violência sexual dominou as manchetes na Índia nos últimos meses”, explica o Washington Post, “e levou a um momento nacional de contas que lembra os protestos que abalaram o país depois que uma estudante foi estuprada em um ônibus de Delhi em 2012”.

VEJA TAMBÉM
Missões Mundiais mostra a verdadeira Índia

Em abril, a pena de morte na Índia foi aprovada por aqueles que estupram crianças com menos de 12 anos de idade após indignações por ataques brutais contra crianças, segundo o The Independent, um jornal on-line britânico.

O ministério cristão Gospel for Asia, tem feito apoio mútuo compartilhando o amor de Deus com as mulheres que estão sofrendo, incluindo algumas que enfrentaram abuso sexual ou violência.

Ore pelo fim do estupro em toda a Ásia.

Ore para que mais trabalhadores compartilhe o amor de Deus com as mulheres feridas.

Ore para que muitas mulheres conheçam o Senhor e encontrem esperança.

Comente

Participe de nosso grupo no WhatsApp e receba nossas novidades.

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *