Uma das mais antigas cópias inglesas da Bíblia é vendida em leilão por mais de 190 Mil Reais

O tradutor desta versão da Bíblia, William Tyndale foi queimado na fogueira, por autoridades religiosas que queriam impedi-lo de realizar o seu importante trabalho.

Uma cópia rara de um dos primeiros Novos Testamentos a serem publicados em inglês foi vendida a um colecionador particular pelo equivalente a quase US $ 48.000.

O texto de 1536 foi traduzido do hebraico e grego pelo renomado estudioso inglês William Tyndale, uma das figuras mais conhecidas da Reforma Protestante, que acreditava que todos deveriam ser capazes de ler a Bíblia em seu próprio idioma.

A peça é intitulada “O novo testamente ainda uma vez Agayne corrigido por William Tyndale” e é apenas a quarta cópia a ser vendida desde a década de 1970, relata Premier .

O pedaço da história vendida em leilão para um colecionador anônimo no dia 28 de novembro por £ 37.500, o que equivale a US $ 47.908,95, cerca de  190 mil reais.

De acordo com Clive Moss, chefe do departamento de livros da Chiswick Auctions, no oeste de Londres, a Bíblia foi a revisão final de Tyndale e “moldou a gramática e o vocabulário da língua inglesa” em um período em que era “grosseiro e não refinado”.

“A Bíblia de Tyndale foi descrita como o livro mais importante da língua inglesa”, disse Moss. “William Tyndale contribuiu para o surgimento da visão de que a Bíblia é um documento histórico e deveria ser lido com ‘fé histórica ‘”

Moss explicou que Tyndale “fez uso político de suas traduções vernaculares” para “ganhar as pessoas comuns para a causa protestante”.

“É, portanto, inequivocamente de grande importância nacional e histórica para a Grã-Bretanha”, afirmou Moss.

O preço de leilão de 37.500 libras é superior ao que alguns previram.

Em outubro, estimou-se que o texto seria vendido por cerca de £ 8.000 a £ 10.000.

David Instone-Brewer, pesquisador sênior da Tyndale House, em Cambridge, disse à Premier em outubro que apenas algumas das Bíblias Tyndale sobreviveram quando foram declaradas heréticas na Grã-Bretanha.

VEJA TAMBÉM
Mark Driscoll, afirma que masturbação masculina é uma forma de homossexualidade

“Tyndale teve que se esconder na Holanda porque as autoridades britânicas não queriam uma versão não autorizada da Bíblia”, disse Instone-Brewer.

De acordo com a Universidade Metodista do Sul em Dallas, Texas, Tyndale foi recusado a permissão para traduzir a Bíblia para o inglês do grego em vez do latim tradicional pelo bispo de Londres. Depois disso, Tyndale fugiu para a Alemanha, onde publicou um Novo Testamento em Colônia, em 1525. No entanto, a edição foi “totalmente suprimida”.

De acordo com o Museu da Bíblia em Washington, DC, o Novo Testamento de Tyndale foi “contrabandeado para o país escondido em fardos de pano”.

“Alguns dos que ajudaram a contrabandear o trabalho de Tyndale foram punidos por heresia por execução”, explica o Museu da Bíblia em uma página da Bíblia de Tyndale. “William Tyndale foi queimado na fogueira antes de completar a tradução da Bíblia inteira, mas seus amigos, Miles Coverdale e John Rogers, evitaram a captura. Apenas um ano após a morte de Tyndale, Coverdale publicou a Bíblia inteira em inglês. ”

A cópia que foi leiloada em 28 de novembro foi produzida em Antuérpia no mesmo ano em que Tyndale foi morto.

Deixe a sua opinião!

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido