Papa Francisco está considerando renunciar ao Vaticano

Durante uma homilia, o pontífice lançou a possibilidade de imitar seu antecessor, Bento XVI, que "abriu a porta" para que os futuros papas renunciassem.

591

O Papa Francisco reconheceu que tem pensado na possibilidade de “se despedir” como líder da Igreja Católica. Ele revelou isso durante a homilia nesta terça-feira, 15 de maio.

A esse respeito, o Papa recordou a maneira pela qual São Paulo pensava no momento em que deveria confiar seu rebanho aos cuidados de outros e disse que todos os bispos deveriam tomar essa decisão.

“Quando leio isso, penso em mim mesmo, porque sou bispo e terei que dizer adeus”, admitiu Francisco. No entanto, o escritório de comunicação do Vaticano não divulgou o texto completo da reflexão do papa na terça-feira.

Francisco, 81 anos, também lembrou que, com sua renúncia ao cargo, seu antecessor, o papa Bento XVI, “abriu uma porta” para que os líderes do Vaticano deixassem a liderança da Igreja de Roma.

O atual papa também disse que não planeja um longo pontificado, mas não disse explicitamente que renunciará.

Francisco se encontrará com bispos chilenos no Vaticano para discutir casos de abuso de menores naquele país latino-americano, segundo porta-vozes da Conferência Episcopal do Chile. –  RT

Papa Francisco tem comentando diversas vezes sobre renunciar ao cargo

Essa não é a primeira vez que o Papa Francisco comenta sobre a possibilidade de renunciar ao cargo, em 2014, durante o voo de retorno a Roma vindo da Terra Santa, perguntaram ao Papa sobre a possibilidade de renunciar se um dia lhe faltarem forças. Depois de assinalar que fará “o que o Senhor me disser que devo fazer: rezar e buscar a vontade de Deus”, indicou que “creio que Bento XVI não é um caso único”.

Francisco disse ainda sobre Bento, “Aconteceu que não tinha forças e honestamente, um homem de fé e tão humilde, tomou esta decisão (de renunciar). Acredito que ele é uma instituição. Há 70 anos, não existiam os bispos eméritos. Agora, há muitos”.

“O que acontecerá com os Papas eméritos? Acredito que devemos olhar como instituição que ele abriu uma porta, a dos Papas eméritos. Se haverá mais, Deus é que sabe. Mas, essa porta está aberta. Creio que um bispo de Roma que sente que suas forças diminuem deve se fazer as mesmas perguntas que o Papa Bento se fez”, concluiu o Papa em maio de 2014.

VEJA TAMBÉM  Papa Francisco admiti que procurou a ajuda de uma psicanalista para "esclarecer algumas coisas"

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.