Vítima do Holocausto abraça e perdoa ex-guarda nazista

Noticias Gospel – Uma mulher judia que sobreviveu aos horrores do Holocausto perdoou um ex-guarda nazista que está atualmente sendo julgado como cúmplice da morte de 300 mil pessoas.

A senhora Eva Kor, 81 anos, estava presente na sala do tribunal onde o julgamento era realizado contra o ex-guarda nazista Oskar Groening, 93. Ela caminhou em direção dele, ele lhe estendeu a mão, abraçou-o e o perdoou segundo publicou o jornal Daily Mail.

Groening pareceu surpreso no início, depois sorriu. Ele lhe deu um beijo na bochecha e ouviu as palavras de Kor, que disse que era uma mulher, que junto com sua irmã gêmea foram submetidas a experiências médicas no campo de concentração de Auschwitz.

“Eu estava interessada em saber que acontece quando alguém do lado da vitima se encontra com alguém do lado do agressor”, comentou a sobrevivente do Holocausto.

O gesto de Kor foi criticado por outras vítimas e suas famílias, que inclusive lhe chamaram de traidora, ao que ela respondeu: “Enquanto entendemos que o meu perdão é porque como vítima tenho o direito de ser livre e não poderemos ser livres do que temos passado, a menos que eu retire de meu ombro a carga diária de dor, raiva e perdoe os nazistas, não porque eles merecem, mas porque eu mereço.” Acrescentou ela que é uma mulher vitoriosa que tem sido capaz de superar a dor e perdoá-los.

Quando lhe perguntaram por que ela havia abraçado o nazista, ela disse que fez porque queria agradecer-lhes por ter um pouco de decência humana e aceitar a sua responsabilidade por aquilo que fez, “Sempre estive interessada em vê-los cara a cara, porque acredito que existe uma interação humana que ninguém pode prever”.

O que você achou da atitude desta senhora? Deixe a sua opinião abaixo

VEJA TAMBÉM
Começa em Israel, Yom Kippur, o dia mais sagrado do ano no judaísmo

Portal Padom

Comente

Assine nossa Revista Online Gratuitamente: 

Email:

Nenhum spam garantido