Há um princípio que abraço na minha vida e nas minhas sessões diárias de aconselhamento, e eu chamo de “dinheiro abençoado ou dinheiro amaldiçoado”. Deus leva o dízimo muito a sério. Na verdade, nós conseguimos escolher se o nosso dinheiro é abençoado ou amaldiçoado – e espero que depois de ler este artigo, você tome as providências que você precisa para que suas finanças sejam abençoadas por Deus.

Malaquias 3: 6-12 é uma boa passagem para estudar para determinar se alguém é abençoado ou amaldiçoado financeiramente. Tenha em mente que isso foi escrito para o povo de Deus.

O Senhor diz: — Eu sou o Senhor e não mudo. É por isso que vocês, os descendentes de Jacó, não foram destruídos. Vocês são como os seus antepassados: abandonam as minhas leis e não as cumprem. Voltem para mim, e eu voltarei para vocês. Mas vocês perguntam: “Como é que vamos voltar?” Eu pergunto: “Será que alguém pode roubar a Deus?” Mas vocês têm roubado e ainda me perguntam: “Como é que estamos te roubando?” Vocês me roubam nos dízimos e nas ofertas. Todos vocês estão me roubando, e por isso eu amaldiçoo a nação toda. Eu, o Senhor Todo-Poderoso, ordeno que tragam todos os seus dízimos aos depósitos do Templo, para que haja bastante comida na minha casa. Ponham-me à prova e verão que eu abrirei as janelas do céu e farei cair sobre vocês as mais ricas bênçãos. Não deixarei que os gafanhotos destruam as suas plantações, e as suas parreiras darão muitas uvas. Todos os povos dirão que vocês são felizes, pois vocês vivem numa terra boa e rica. Eu, o Senhor Todo-Poderoso, estou falando.
Malaquias 3:6?-?12 NTLH

Eu acredito no dízimo e acredito que todo mundo seria prudente em devolver o dízimo. Meu ponto não é sobre o dízimo, no entanto, mas sobre estar sob a autoridade da palavra de Deus. Nesta passagem, Deus está determinando se uma pessoa ou nação são abençoadas ou amaldiçoadas, dependendo de sua obediência. Sua obediência aos mandamentos de Deus para dízimos eventualmente abençoa o indivíduo e a nação com dinheiro além do que eles poderiam imaginar.

A desobediência ao mandamento de Deus aos dízimos fez com que Deus amaldiçoasse o dinheiro daqueles que não dizimam.

Como nota secundária, encontro pessoas com dor ou crise em suas vidas ou casamentos. A mais de 20 anos, tenho aconselhado casais cristãos sobre a estrutura do casamento, como namoro, espiritualidade, sexualidade, compartilhamento de sentimentos, vida social e dinheiro. Quando se trata de problemas financeiros significativos, todo casal cristão que teve problemas financeiros não dizimam. Por outro lado, também vi muitos dos meus amigos multi-milionários que dizimam abundante e regularmente.

Se você está sob autoridade e devolve o dízimo, seu dinheiro é abençoado. Se você não está sob autoridade por não dízimar, seu dinheiro é amaldiçoado. Meu pensamento é que, se você tiver dinheiro, pode ser um dinheiro abençoado. Você consegue escolher se seu dinheiro é abençoado ou amaldiçoado. Você está sob a autoridade do Deus Altíssimo. Por que você não quer que seu dinheiro seja abençoado por ele? Adoro saber que possamos decidir ser abençoados.

por – Doug Weiss, Ph.D. (Carisma News)

Portal Padom

COMPARTILHE

Deixe seu comentário!